quinta-feira, 14 de abril de 2016

Revista Frau comemora 25 anos de Sailor Moon

Yo, minna... tudo bem? Ultimamente, eu ando postando muitas novidades que eu vejo por aí, mas não se preocupem... em breve trarei resenha de uma série que li recentemente. Mas vamos ao que interessa, não é mesmo? 

Todo mundo aqui sabe ou pelo já percebeu que sou apaixonada por Sailor Moon. Sim, eu amo essa série criada por Naoko Takeuchi, nos início dos anos 90, para ser mais exata em 1991. Ou seja, são 25 anos de Sailor Moon, minha gente... São 25 anos de uma história que nunca saiu fora de moda. Sailor Moon é umas das histórias mais faladas e que já rendeu milhares de ienes para os cofres da autora.

Todo ano sempre sai algo novo sobre a série, que além da publicação em formato mangá, teve várias adaptações desde anime, tokusatsu a concertos musicais. A Naoko Takeuchi é uma das mangakás mais ricas do Japão e tudo isso graças ao enorme sucesso de Sailor Moon

Para quem só assistiu ao anime lançado em 1992, pela Toei Animation, pode conhecer uma Sailor Moon totalmente diferente da Usagi Tsukino do mangá, mas a paixão por essa personagem (espero eu) é a mesma. Sem enrolar muito, a revista FRAU decidiu prestar uma homenagem aos 25 anos de publicação da série.



Em sua edição n.11, a revista FRAU trouxe um booklet especial sobre Sailor Moon além de abrir espaço para várias autoras falarem sobre a importância da série mais famosa de Naoko em suas vidas. Na minha vida, posso dizer que desde a primeira vez que assisti a Sailor Moon, na TV Manchete, alguns poucos anos antes de virar TV Record, eu super me envolvi com a história e com a paixão de Serena (Usagi na versão brasileira) por Tuxedo Mask. Mas à medida que eu ia assistindo, fui aprendendo que não era uma simples história. Aprendi sobre amizade entre garotas, sobre sororidade, sobre amor além da vida (olha o spoiler - risos), enfim... Sailor Moon me trouxe um leque de transgressões como se fosse algo natural. E se no Japão é difícil falar sobre isso até hoje, imagine há 25 anos atrás?





Depois que li o mangá, mais um horizonte de coisas se abriu diante de mim (visto que a primeira versão do anime omite muitos detalhes e altera outros). Sailor Moon era e é uma das histórias mais incríveis que li na vida. Não é à toa que nesses anos todos ainda exista uma legião de fãs que só faz aumentar. Dessa vez, foi a revista FRAU que prestou sua homenagem à série. Mas sabemos que Sailor Moon Crystal e o lançamento do jogo Sailor Moon Drops são indícios certeiros de que Sailor Moon é a série mangá que mais rendeu dinheiro a um artista. E agora bancando a tiete, se ainda não leu, corre atrás. O mangá foi licenciado pela JBC.

Ah, e para reforçar, a 3ª temporada de Sailor Moon Crystal já está sendo lançado (tem disponível no site do Crunchyroll ou para download no Aenianos). Para aqueles que quiserem baixar o jogo Sailor Moon Drops, a plataforma já se encontra disponível para Android e iOS, além de já estar em inglês (que eu gostaria muito que tivesse em português, mas enfim...). Para saber mais sobre o novo jogo, clique na imagem.

0 comentários:

Postar um comentário

Yooooo, Minnaaaa.... arigatou pela leitura... Comentem caso vocês tenham gostado dessa postagem... Caso postem comentários que não tenham nada a ver com o conteúdo do blog ou comentários ofensivos, os mesmos serão excluídos. Kissu...

 

AniMangá House Template by Ipietoon Cute Blog Design