sábado, 9 de janeiro de 2016

Koe no Katachi (Mangá)

Como todos vocês já sabem, não sou muito fã de shounen, mas resolvi dar uma chance para esse mangá. Não imaginei que fosse tão bom assim e tão diferente da maioria dos shounen que todos estamos acostumados a ver. Espero que vocês também gostem dessa história. É muito interessante.

Título: 聲の形/ Koe no Katachi/ The Shape of Voice (A forma da voz)
Mangaká: Ooima Yoshitoki
Gênero: Comédia, Drama, Ijimi, Romance, School Life, Shounen
Publicação: Mangá - 7 volumes (2013)

Koe no Katachi, de Ooima Yoshitoki (2013)

Sinopse: Ishida Shouya passava seus dias tentando vencer o tédio. Arriscando a vida e considerando tudo e todos enfadonhos. Entretanto, a sua vida e o seu modo de ver o mundo mudam completamente após a chegada de Nishimiya Shouko, uma colega de classe que tinha sido transferida para a Escola Sumoi.

Para falar dessa história, resolvi dividi-la em duas partes: pontos positivos e negativos. Apesar de ter sete volumes, a história não é tão extensa. Além disso, após o grande sucesso do oneshot em 2011, a série começou a ser serializada em 2013 até ter sua conclusão em 2014. Outra consideração a se fazer é que Koe no Katachi foi patrocinada pela Federação de Surdos do Japão, já que a história nos traz uma personagem que é surda, Nishimiya Shouko.




Pontos Positivos

Gostei de muitas coisas nesse mangá, sobretudo, das transformações pelas quais cada personagem passa até chegar na sua fase adulta. O interessante é que cada personagem tem direito a um arco que trate um pouco da sua perspectiva, alguns capítulos nos mostram alguns dramas vividos por eles e dilemas a serem vencidos. Ishida aparece como um menino desinteressado pelas coisas, o que o fazia sentir necessidade de sempre estar se desafiando. Para isso colocava sua vida em risco. Entretanto, seu foco de atuação muda totalmente quando Nishimiya se torna sua colega de sala.




Ele é praticamente um delinquente que com a ajuda de seus amigos, passa a praticar bullying com a colega recém transferida, Nishimiya Shouko. Nishimiya é surda e por causa disso, alguns colegas acham que ela tem mais privilégios do que eles, além de ser um fardo para todos. Para completar, Ishida por não conseguir entender a forma como Nishimiya lidava com as coisas, tornava as importunações cada vez mais graves e hostis. Apesar de tudo, Nishimiya achava que merecia tudo aquilo por se sentir um fardo para os colegas. Além disso, sempre aparentar otimismo era uma de suas armas para lidar com tudo aquilo. Entretanto, esse otimismo todo era combustível para que Ishida e os outros fossem ainda mais cruéis com ela.

Com o passar do tempo, Nishimiya acaba se transferindo para uma escola para alunos especiais. E depois de todo transtorno causado por Ishida, os papéis se invertem e ele passa a sofrer vários maus tratos dos colegas, inclusive, seus melhores amigos, Hirose e Shimada, são os primeiros a lhe virarem as costas. Ishida sofre toda sorte de intempéries até perceber que precisava fazer alguma coisa por ele mesmo. É quando ele muda de escola e resolve procurar Nishimiya para tentar se redimir de alguma forma com ela.




Cinco anos depois, Ishida é um rapaz solitário, inseguro, que evita ao máximo chamar a atenção. Na nova escola, tenta ser o mais insignificante possível. De certa forma, todos acham que ele é estranho e pouco se importam com ele. Da antiga escola, a única colega que ainda estuda com ele é a Kawai Miki. Um fato interessante é mostrar como o bullying separa amigos. Miki e Naoka Ueno eram muito próximas de Ishida, sobretudo a Ueno, mas depois que o Ishida passa a ser alvo de todas as atrocidades dos colegas, ser amigo dele, seria trazer para si a mesma desgraça. Por causa disso, Miki não fala muito com o Ishida e seus antigos colegas mal aparecem na história, a não ser para aterrorizá-lo ainda mais.

A relação de Ishida com as demais pessoas é demasiado muito tensa, ele não tem coragem de olhar nos olhos delas e na maioria das vezes trata a todos como pessoas indiferentes a ele, tanto que para representar isso melhor, os colegas e as demais pessoas que Ishida não tem contato aparecem com um X enorme no rosto: elas são estranhas, desconhecidas.



Aos poucos, outros personagens vão surgindo e se tornando próximos de Ishida. Quando ele resolve ir atrás de Nisimiya para de alguma forma tentar reparar o seu erro de infância, mais pessoas que eram ligadas a eles vão aparecendo, como a Sahara Miyoko, a Naoka Ueno e a Kawai Miki. Além delas, Ishida acaba fazendo novos amigos, como Nagatsuka Tomohiro, Satoshi Mashiba e Nishimiya Yuzuru.

A Nishimiya Yuzuru, apesar de Yuzuru ser um nome masculino, é a irmã mais nova da Shouko. No início, ela faz oposição à aproximação de Ishida por tudo que ele fez sua irmã passar. Mas no final, ela acaba não só se tornando amiga de Ishida como incentivadora para que ele e Shouko se declarem de uma de vez. Buscar pela Nishimiya para se redimir, transforma a vida de Ishida e a de todos. Ele amadurece, deixa de lado a ideia de cometer suicídio e percebe que agora tem amigos verdadeiros. E isso é uma coisa que ele não quer perder. São os momentos mais felizes que ele passa, mesmo acreditando que não sofreu o suficiente pelo que fez.





Koe no Katashi traz uma personagem surda, o que é algo inovador e desmascara a dura realidade de muitas crianças especiais na escola regular. Elas sofrem porque, muitas vezes, a escola não tem estrutura para acolher esse aluno e nem os professores são capacitados para isso. O que fica bem nítido no episódio do coral. E na figura do professor de Educação Física que acha uma imposição ter que aprender linguagem de sinais para interagir com Nishimiya. Além disso, um dos pontos máximos do mangá foi mostrar a transformação de cada personagem e de como eles conseguiram lidar com tudo isso juntos.

Pontos Negativos

Quando falo em pontos negativos, parece que vou meter o pau na história. Mas não chega a tanto. Algumas coisas que assinalo como negativas, é sobre um detalhe do mangá. Nas tags de gênero, é incluído Romance, entretanto, quase nada aparece de romance. Além disso, o Ishida em nenhum momento parece saber o que sente, mas sabe que não quer ficar longe da Nishimiya. Pode ser que por eu gostar exacerbadamente de shoujo e josei, estivesse esperando algo mais romantizado. Não é porque é um shounen que não deve ter romance, afinal, homens também se apaixonam (mas ainda bem que existem as fan-arts para nos deixar felizes).


Fan-Art linda da Nishimiya e do Ishida... Amei essa imagem.

Uma coisa que me incomodou bastante foi a forma violenta como a Ueno trata a Nishimiya. Ok, ela pode não gostar da Nishimiya, pode nem simpatizar com ela, qualquer coisa, mas achei muito desnecessário a cena do hospital. Apesar de a mãe da Nishimiya intervir (e ainda bem que alguém parte em defesa da Nishimiya), a Ueno é uma personagem muito parecida com diversas outras personagens obcecadas pela pessoa que ama. Exemplo disso, temos a Kazuki Ibuse, de Bitter Virgin. A diferença é que Ueno não é tão insana assim.

Outra coisa que achei um tanto quanto melosa demais, até mesmo sofrida demais, foi prolongar ao máximo o martírio de Ishida e o de Nishimiya. Considerando que o final... calma, gente, não vou soltar spoiler, é bastante sugestivo, acho que o Ishida e a Nishimiya poderiam ter sido mais felizes juntos. O bom disso tudo é que o sucesso do mangá culminou na possibilidade de ter um anime sobre a série, mas por alguma razão, o anime foi cancelado para a realização de um filme. Ainda não se sabe se será um live-action ou uma animação, mas a produção do filme foi confirmada desde o ano passado. Ainda assim, existem rumores de que o anime também está em fase de produção, então, só nos resta esperar.



No mais, Koe no Katachi é uma história forte, em alguns momentos, dura. Nos mostra o quanto o ser humano pode ser ruim e desprezível, mas também mostra que ele pode se redimir. Que pode aprender com seus erros e se tornar uma pessoa, no mínimo, melhor. A forma como foi conduzido o enredo foi agradável. É um enredo consistente, bem desenvolvido e instigante. Super recomendo a leitura e esperemos ansiosos para que saia o anime!! Até a próxima, minna... Deixo para vocês algumas imagens fofas que encontrei por aí... espero que gostem. Kissu...





Mangá em português:
Scans: Abnormal Scanlator; Kyodai Mangás
Ler online: Union Mangás

Entenda porque os links foram removidos

0 comentários:

Postar um comentário

Yooooo, Minnaaaa.... arigatou pela leitura... Comentem caso vocês tenham gostado dessa postagem... Caso postem comentários que não tenham nada a ver com o conteúdo do blog ou comentários ofensivos, os mesmos serão excluídos. Kissu...

 

AniMangá House Template by Ipietoon Cute Blog Design