sábado, 31 de maio de 2014

Considerações #2 - L♥DK

Yooooooooooooo, Minna.... Genki desu ka!

Shuusei e Aoi...
Ontem estava lendo a continuação de L♥DK no site do Submanga (espanhol). Li até o capítulo 47, do volume 12. (E claro, estamos ansiando para que saia logo a tradução do volume 13, por sorte os fansubs em espanhol estão mais rápidos do que os fansubs americanos, afinal... e que bom!).

No final do volume 10 em diante, alguns personagens diferentes aparecem, como por exemplo a Haru e a Kaede, já que agora eles estão na última série e juntos na mesma sala. Mas gostaria de falar dessas duas em particular.

A Haru tem ligação com o passado de Shuusei assim como a Kaede. Na verdade, a Haru conheceu o Shuusei na sua fase sombria (quem não souber, leia o mangá!! Evitarei spoiler em meus comentários - risos). Não só conheceu o Shuusei nessa fase como a Satsuko, acredito que esse seja o nome, mas irei me certificar. Após o fim traumático do namoro com Satsuko, Shuusei sai do time de basquete algo que é super comemorado por Shouta (se você não lembra quem é, Shouta é aquele personagem que é super apaixonado pela nossa protagonista Aoi e sempre a chama de senpai).

Logo, dá para perceber que Haru, Shouta e Kaede são muito próximos a um passado do Shuusei que Aoi não conhece. Mas não nos distanciemos do foco. Falemos de Haru e Kaede.

Como explicar esse rosto triste da Kaede ao ver
o Shuusei junto com a Haru?
Haru é apaixonada por Shuusei e agora que estão na mesma sala, ela vê nisso uma possibilidade de se declarar. Logo de cara, Kaede percebe algum envolvimento entre Aoi e Shuusei, mas ela faz de tudo para que Haru fique mais próxima de Kugayama.

Sobre a Kaede, no início, jurava que ela era uma pilantra, maquiavélica e meticulosa, mas depois percebi algo a mais, please, quem já leu sobre isso me diga se não estou no caminho errado, pois meio que percebi algo implícito nas entrelinhas... A Haru tem a Kaede como sua grande amiga, mas Kaede tem sempre uma expressão de amargor quando vê Haru sofrendo.

Na conversa com Shuusei, Kaede deixa ainda mais subentendido que talvez ela seja apaixonada pela amiga... Então, minna, será isso mesmo? Gostaria sinceramente de ver um desdobramento sobre essa história. Será que poderia sair um relacionamento yuri entre as duas? (Eu estou torcendo para isso... risos).

Nós te entendemos Aoi, também não
conseguiríamos resistir a ele \\o
Vamos torcer para que a Watanabe Ayu não esqueça de criar um final feliz para as duas e, de preferência, um final feliz com as duas juntas... Ui, que mente pervertida a minha (risos).

Ah, outra coisa, no finzinho do capítulo 47, outra coisa ficou no ar... A Aoi está louca para "ficar mais próxima do Shuusei", mas não para de se lembrar da regra do pai "Nada de relações sexuais antes da formatura", aff ¬¬ (risos). Ainnnnnnnnnnnn... não estou me aguentando de curiosidade, quero muito saber a confusão que vai ser quando Aoi e Shuusei fizerem amor pela primeira vez \\o

Então, minna, arigatou pela leitura!! Trarei mais comentários meus ao longo dos dias sobre as histórias em andamento ao passo que eu for lendo... Espero que vocês tenham gostado... Ja ne!!

A Pessoa Amada (Mangá)

Este mangá é uma coletânea de doze histórias diferentes sobre doze facetas do relacionamento amoroso com a pessoa de quem se gosta. São histórias inspiradas em experiências das próprias autoras do grupo Clamp e de pessoas próximas a elas.

Título: わたしのすきなひと/ Watashi no Suki na Hito/ A Pessoa Amada/ The One I Love
Roteiro/ Arte: Ohkawa Nanase (Ageha)/ Mick (Tsubaki) Nekoi
Gênero: Comédia, Cotidiano, Josei, Romance
Outros Títulos: Guerreiras Mágicas de Rayearth (1993); Chobits (2001)
Publicação: Mangá - 1 volume (1995)/ Licenciado pela NewPop (2012)

Sinopse: Neste mangá, podemos perceber a versatilidade do grupo Clamp. Estamos tão habituados a vê-las criar histórias como Guerreiras Mágicas de Rayearth, Card Captor Sakura, RG Veda, XXXHolic e tantas outras que quando nos deparamos com algo inusitado pensamos, será que vai dar certo? E deu! O grupo Clamp nos mostra várias facetas do amor, cada protagonista e seu drama, seus receios, anseios, medos, alegrias, tudo o que qualquer um de nós pode sentir num relacionamento.

O grupo Clamp, formado pelas quatro amigas: Ohkawa Ageha (Nanase), Mokona Apapa, Tsubaki Nekoi (Mick) e Satsuki Igarashi, nunca pôde imaginar que poderia fazer tanto sucesso e ter tanto prestígio como tem hoje. E quem diria que RG Veda teria caído no gosto do público... Se não tivesse caído, talvez elas não fossem o que são hoje e nós perderíamos boas histórias e bons experimentos como é o caso desse mangá aí. Espero que gostem de A Pessoa Amada, as histórias são doces, divertidas e engraçadas. Um brinco!


Mangá em Português - Sem Links
Licenciado pela NewPop

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Enciclopédia Animangá: II - Os subgêneros Hentai

Yooooooooooooooo, Minnaaaaaaaaaa.... Konbanwaa!!

Fazia um bom tempo que eu não postava uma sessão Enciclopédia Animangá!! E hoje resolvi falar sobre quatro subgêneros hentais muito populares, pelo menos os dois primeiros: Lolicon e Shotacon. Os outros dois gêneros de que irei falar são, na minha opinião, os mais bizarros de todos, mas há sempre quem goste, são eles o Toddlercon e o Futanari... \\o


Lolicon (ロリコン)


O subgênero Lolicon aparece em vários segmentos, apesar de ser bastante comum em hentais, ele também é bastante comum em alguns seinens de temática mais ecchi, como por exemplo, PapaKiki e Freezing.

O Lolicon (ou Rorikon ou ainda Loli-con) é a abreviação do termo Lolita Complex, que em tradução livre, significa Lolita Complexa. Por tratar de personagens meninas, entre 10 a 14 anos (ou até mais novas), o gênero Lolicon não é proibido no Japão do tanto que não sejam empregadas crianças de fato nessas produções, já que nesse subgênero, um homem ou mulher adultos se sente atraído por uma menina/pré-adolescente.


Shotacon (ショタ)


Kuroshitsuji - Ciel e Sebastian
O Shotacon seria o correspondente masculino do Lolicon. Nesse subgênero, que é abreviação do termo Shoutaro Complex, um adulto homem ou mulher se sente atraído por um garoto mais novo e vice-versa.

No ocidente, o Shotacon mostra o relacionamento entre meninos/pré-adolescentes ao lado de personagens mais velhos que sentem atração por crianças. Geralmente, essas produções são de natureza puramente sexual e, às vezes, são temas muito comuns em Yaois. Em alguns casos, os relacionamentos ocorrem entre membros da própria família. Como exemplos de Shotacon temos: Loveless; Shounen Shikou, Enzai, Boku no Pico dentre outros.


Toddlercon


Do mangá Chibiccomic. 
O mais polêmico e o menos conhecido dos três gêneros que trazem menores de idade em suas histórias. O Toddlercon, junção de Toddler, termo em inglês usado para designar crianças de até três anos de idade e da abreviação do termo complex, traz histórias com bebês de zero a 6 anos (geralmente, incompletos) em cenas de sexo, violência e estupro. O gênero não é proibido no Japão, mas segue a mesma regra dos demais, crianças reais são proibidas de interpretar as cenas em filmes ou live-actions.

Alguns exemplos de Toddlercon são: Chibiccomic (de Tetsu); Alice Kindergaten; Summer Smells (de Mizukami Ranmaru) dentre outros. As cenas são fortes e, particularmente, acho que tudo que envolver crianças numa perspectiva sexual é abominável. Eu não conhecia esse gênero, encontrei enquanto estava pesquisando e devo dizer desde já, que abomino essa categoria.


Futanari (二成、双成、二形)


Não é nada fácil achar imagens como essas...
O nome Futanari, em japonês, significa duas formas. Ou seja, seria o equivalente a hermafrodita, interssexual, mais ou menos isso. Seria o personagem com traços femininos mas que além dos seios, teria um pênis no lugar do órgão genital feminino.

Esse gênero é muito bizarro. Os personagens são sempre metade homem e metade mulher. Esse gênero pode abarcar tanto personagens de toddlercon, quanto de lolicon e shotacon e demais gêneros hentai. Particularmente, não curto nenhum desses gêneros supracitados na postagem, mas há sempre quem goste.

Um exemplo de Futanari é Alice in Sex Land, do mangaká Mashumaro Jyuubaori, no qual a personagem Alice adquire um pênis ao tomar as pílulas (que na história original do Lewis Carroll são os cogumelos que fazem crescer e diminuir) que o senhor Coelho lhe dá.

Matsuri Special (Mangá)

Uma história bem diferente de tantas que já li, e também pudera, a Kamio Youko-senpai sempre me surpreende com suas histórias. Ainda bem, porque como sempre digo, eu sou completamente apaixonada por shoujos que fogem dos clichês tão óbvios que os shoujos têm.

Matsuri Special, da mangaká Kamio
Youko (2008)
Título: まつりスペシャル/ Matsuri Special
Mangaká: Kamio Youko
Gênero: Artes Marciais, Comédia, Drama, Romance, School Life, Shoujo
Outros Títulos: Cat Street (2004)
Publicação: Mangá - 4 volumes (2008)

Sinopse: Matsuri Hanyuu vive apenas com o seu pai. Um falido ex-lutador que deve dinheiro a várias pessoas. Por causa das dívidas de seu pai e por ele colocá-la para lutar, sua mãe abandona a casa e some no mundo. Matsuri mantém uma vida secreta de todos na escola, mas será que ela conseguirá manter isso em segredo por muito tempo?

O nome da nossa heroína significa, literalmente, festival. No entanto, a vida de Matsuri é realmente um festival, só que de confusões uma atrás da outra. Por manter uma vida secreta, ela se vira nos 30 para que ninguém descubra e tenta driblar toda e qualquer curiosidade alheia, sobretudo, da sua colega de sala Tomoko. Que é uma peste!

Matsuri é apaixonada por Morekado Wataru. Na minha opinião, ele é um idiota que só usa as garotas ao seu bel prazer e ainda diz que Matsuri não faz seu tipo, já que ele deixa claro que não gosta de garotas musculosas e nem de garotas fáceis.

Três personagens além de Matsuri merecem ser comentados nesse post. O pai da Matsuri é uma figura, ele e os demais rapazes que também fazem parte da academia de luta, são muito hilários, mas apesar de ser uma figura, o pai da Matsuri também é um cretino. Leiam e vocês entenderão que ele é cretino, mas só quer o bem da filha. E a mãe da Matsuri? Não vou comentar nada sobre isso. Vou deixar na curiosidade... Risos.

O outro personagem é o Shigematsu Arata, o carinha recém transferido de outra escola e vítima de várias especulações, inclusive de ser capaz de socar vacas até que elas morressem apenas por diversão. Por um acaso do destino ele descobre o segredo de Matsuri e quando menos se espera ele começa a fazer parte de sua vida e de sua família. Até dos treinos matinais ele começa a participar.

Tomoko, é a amiga-não-amiga de Matsuri, vive de fazer especulações sobre a vida de todos e é fissurada em novidades. Apesar de eu normalmente detestar pessoas assim, é interessante a forma como a Tomoko trata isso em sua vida. Mesmo que ninguém leia o jornal que ela publica e afixa no mural da escola, ainda existem pessoas que leem e seu sonho é conseguir um furo "jornalístico" grandioso para que todos possam reconhecer que ela tem potencial para a coisa.

Ah, eu sei que eu disse apenas três personagens, mas a Maeno Mimi é super divertida, apesar da sua necessidade de "vingança"... Ela também luta, no entanto, diferentemente da Matsuri, ela além de lutar é linda (risos). Não que a Matsuri não seja, mas a Mimi atrai os olhares dos caras... Isso é tão a cara de romances shoujo (risos).

Minna, Matsuri Special é um mangá maravilhoso!! Tem romance, comédia, drama, confusões e tudo o que a gente mais ama e um final feliz surpreendente... Adorei a história. Recomendadíssimo!!



Mangá em português:
Scan: Mangás Space
Ler Online: Mangás Space

Entenda porque os links foram removidos

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Sore wa Nigai Chocolate (Oneshot)

Essa é a primeira história shoujo que leio na vida, na qual a protagonista parece ser "vida louca".... (risos). Brincadeirinha... Entretanto, achei bem fora do comum, afinal, nossas heroínas de shoujo costumam ser frágeis e inseguras e, sobretudo, cheias de mimimi e super tímidas...

Título: それは、にがい、チョコレット。/ Sore wa Nigai Chocolate (Isso é um Chocolate Amargo)
Mangaká: Kurumatani Haruko
Gênero: Drama, Romance, School Life, Sensei, Shoujo
Publicação: Oneshot (2008)

Sore wa Nigai Chocolate, oneshot da mangaká Kurumatani Haruko (2008)

Sinopse: Yuri Nishino odeia a ideia de ficar sozinha, por isso se envolve com qualquer cara em qualquer lugar, inclusive nos corredores da escola. Por suas atitudes desrespeitosas, é censurada por todos, mas ela não está nem aí, até se apaixonar pelo seu professor de química, Chiyo Kousuke, que abomina terminantemente mulheres volúveis como ela.

Em primeiro lugar, eu amo chocolate, mas como esse sensei aí é demais... Acho que eu não teria saco para comer apenas chocolate amargo. Outra coisa, os traços do sensei são estranhos, nem feios nem bonitos, só diferentes. Ele não me convenceu como professor.

Já a Yuri, ela é muito carente, seus pais são ausentes e nem sequer aparecem na história. A solidão que ela sente é tão grande que ela se envolve com qualquer cara. Se ela tem relações sexuais com os carinhas isso não fica claro, mas eles ficam sempre a convidando para ir a um motel. Outra coisa que quero comentar é que no fim das contas a Yuri é super ingênua, principalmente pelo fato de acreditar que ao buscar incessantemente por garotos que lhe abracem que a sua solidão vai sumir. Na verdade, isso parece mais como uma droga autodestrutiva, já que a sua imagem de "boa moça" é a primeira a ser manchada.

A história é original, digamos assim, mas não gostei muito, talvez se um dia eu reler, mude de ideia, mas no momento, não tenho nada contra, mas acho que o enredo poderia ter sido melhor trabalhado. Essa oneshot faz parte da coletânea Kemono Reinaron.



Oneshot em português:
Scan: Mangás Space
Ler online: Mangás Shoujo Brasil; Mangás Space

Entenda porque os links foram removidos

Hidarite no Love Letter (Oneshot)

Se apaixonar pelo carinha mais legal da turma é super cichê de shoujo... Não só de shoujo como da realidade de muita gente... Um tanto quanto biográfico? Talvez... \\o

Hidarite no Love Letter, oneshot da mangaká Chiba Kozue (2009)

Título: 左手のラブレター/ Hidarite no Love Letter/ Left Hand Love Letter
Mangaká: Chiba Kozue
Gênero: Drama, Romance, School Life, Shoujo
Outros Títulos: 24 Colors (2008); 7 Genme wa Himitsu (2006); Crayon Days (2011); Kare no Yubisaki (2013); Gyutto Shite Chuu (2008); Yoru no Gakkou he Oide Yo! (2007)
Publicação: Oneshot (2009)

Sinopse: Minami Taiga é o garoto mais extrovertido da turma, é amigo de todos e fala com todo mundo, inclusive com a nossa tímida e discreta protagonista, Nishino-chan. A única ligação entre eles é sentarem juntos um do outro na sala de aula. Por ser muito tímida, a nossa heroína acabará se relacionando com Taiga-kun através de recadinhos escritas na sua mão esquerda e vice-versa.

O interessante é que os carinhas legais dos shoujos sempre se interessam pela menina tímida, ou ingênua, ou estranha, ou esquisita, ou desastrada, enfim... o carinha sempre acha esse tipo de garota atraente, só que se fosse assim na vida real, seria maravilhoso!! Mas vamos deixar de sonhar... O que importa é que Taiga-kun acha a Nishino-chan instigante. Só eu vejo clima de romance no ar? (risos).

Como sempre, a Chiba Kozue nunca me decepciona em suas histórias... Recomendo que vocês leiam... A Nishino-chan é uma fofa!!



Oneshot em português:
Scan: Redisu

Entenda porque os links foram removidos 

terça-feira, 27 de maio de 2014

Torokeru You na Kiss wo Kanadete (Mangá)

O que você faria se de repente o seu namorado desaparecesse sem dar notícias e ainda por cima roubasse algo muito precioso seu?

Título: とろけるようなキスを奏でて/ Torokeru You na Kiss wo Kanadete (Dê-me um beijo que me faça derreter)
Mangaká: Mitsuki Miko
Gênero: Drama, Romance, Shoujo, Smut
Publicação: Mangá - 1 volume (2007)

Torokeru You na Kiss wo Kanadete, da mangaká Mitsuki Miko (2007)

Sinopse: Neo e Gaku namoram há mais de dois anos. Gaku é vocalista numa banda amadora e Neo não perde nenhum show e nenhum ensaio do namorado, ela é sua fã nº 1. Mas um dia, de repente, Gaku some e pede a todos que o conhecem que não deem informações suas à Neo. Entretanto, alguns meses depois, Neo vê Gaku cantando uma música escrita por ela que ele roubara sem ela saber.

Parece um daqueles dramas terríveis nos quais a protagonista deveria se vingar cruelmente do malfeitor, mas pelo contrário, no início, Neo corre atrás de Gaku e até quando ouve a sua música na parada de sucessos corre até a gravadora e encontra o namorado, mas ele a trata tão friamente que Neo toma a decisão de vencê-los. Ela decide ser a melhor cantora do pedaço e tomar sua canção de volta.

Mas como Torokeru You na Kiss wo Kanadete é uma daqueles shoujos que já estamos acostumadas a ler, essa postura de bad boy que Kagu assume é tudo em nome de uma causa maior: ajudar a Neo a descobrir o que ela realmente quer ser, ou seja, descobrir o seu super talento. Só que da forma mais difícil, é claro. Típico de shoujo. Querem saber a minha opinião? Eu gostei, mas fiquei incomodada com a cena da primeira vez da Neo com o Gaku... Por que essas protagonistas nunca parecem transar com o carinha por que realmente querem? #chateada (risos).



Mangá em português:
Scan: Redisu
Ler online: Union Mangás

Entenda porque os links foram removidos

segunda-feira, 26 de maio de 2014

1 Litro de Lágrimas (Mangá)

Uma história baseada em fatos reais. 1 Litro de Lágrimas traz a história da adolescente Aya Kito, que tinha 15 anos quando descobriu ter uma rara e grave doença. Seu diário foi escrito por sugestão de seu médico, que recomendou que o escrevesse até que não pudesse mais segurar uma caneta. O diário traz fatos da vida de Aya entre os anos de 1962 a 1988.

Mangá desenhado por Kita baseado
no diário de Aya Kito (2005)
Título: 1リットルの涙/ Ichi Rittoru no Namida/ 1 Litro de Lágrimas
Mangaká: Kita
Gênero: Drama, Romance, School Life
Publicação:
Mangá - 1 volume (2005)/ Licenciado pela NewPop (2009)
J-Drama - 11 episódios + 1 especial (2005)

Sinopse: Aya é uma garota que acaba de entrar no Ensino Médio quando descobre que possui uma doença grave, conhecida como Degeneração Espinocerebelar. Com o tempo ela perderá o equilíbrio, a capacidade de andar, de mexer os braços e até de falar, mas manterá sua memória e mente intactas.

Quando li essa história pela primeira vez, chorei muito. É muito emocionante e ainda mais porque você sabe que Aya Kito realmente existiu e passou por tudo isso. Vale muito a pena ler esse mangá, vale muito a pena conhecer a história de vida dessa pequena guerreira.

"Por que essa doença me escolheu? Destino é algo que não se pode colocar em palavras."/ "O fato de eu estar viva é uma coisa tão encantadora e maravilhosa que me faz querer viver mais e mais." (Retirado do diário de Aya Kito).

Acho que ler uma história na qual alguém que sofre a conta sorrindo, é pelo menos, porque já chorou mais de 1 litro de lágrimas antes.


Mangá em Português - Sem Links
Licenciado pela NewPop

J-Drama legendado em português:
Fansub: Jdrama Fansubs; Mahal Dramas; Sora~D Fansub (necessita cadastro)

Entenda porque os links foram removidos

domingo, 25 de maio de 2014

Sade (Mangá)

Comprei esse mangá por acaso, vi a capa e achei interessante... Além disso a sinopse não falava muita coisa, apenas que eram algumas adaptações de contos do Marquês de Sade e como eu já tinha assistido ao filme Quills (clique aqui para assistir ao trailer), senti vontade de conhecer como eram esses contos escritos pelo tão polêmico marquês.

Título: サド/ Sade
Mangaká: Senno Knife
Gênero: Erótico, Sadomasoquismo
Publicação: Mangá - 1 volume (2005)/ Licenciado pela Conrad (2006)

Sade, do mangaká Senno Knife (2005)
Sinopse: Sade é uma compilação e uma adaptação de cinco contos eróticos escritos pelo polêmico Donatien Alphonse François de Sade, conhecido como Marquês de Sade, pelos irmãos Grimm e pela francesa Anne Cecile Desclos, mas assinava seus contos com o pseudônimo de Pauline Réage.

As personagens desenhadas pelo mangaká Senno Knife apresentam um traço muito comum nos shoujos em geral, mas quando você abre o mangá se depara com cenas muito bem desenhadas trazendo corpos femininos nus e sexo explícito. Entretanto, o sexo mostrado nesse mangá nos traz uma visão sadomasoquista e erótica do sexo, num misto de beleza e mistério.

Segundo reportagem da Folha de São Paulo online, um dos contos adaptados do Marquês de Sade é Justine, no qual duas irmãs são separadas e passam a ter destinos diferentes, porém quando se reencontram, Justine descobre que Juliette caiu numa vida de perdição e sem redenção.

Dos cinco contos adaptados no mangá, três são do Marquês de Sade. Um dos Irmãos Grimm e o último de Pauline Réage. Todas essas histórias são inéditas ainda no Brasil, mas quem quiser ter uma prévia sobre os contos, é só comprar o mangá e ler!! Recomendo a leitura, sobretudo, para aqueles que curtem esse tipo de gênero.

O mangá se encontra disponível apenas para compra online nos sites da Comix Book Shop e do Mercado Livre. Boa leitura!!

terça-feira, 20 de maio de 2014

Sekigae Game (Oneshot)

A garota super tímida e desajeitada começa a ser percebida pelo carinha mais popular da escola. Uma história que parece tão clichê, mas apenas parece.

Título: 席替えゲーム/ Sekigae Game
Mangaká: Shin Yumachi
Gênero: Romance, School Life, Shoujo
Publicação: Oneshot (2010)

Sekigae Game, oneshot da mangaká Shin Yumachi (2010)

Sinopse: Tamami Yamanaka é super tímida e desajeitada, prefere sempre se manter discreta, mas ao descobrir que Mitsui-kun, o garoto mais popular da turma está apaixonado por ela, seu coração fica num misto de contentamento e descrença. Como isso poderia ser possível se eles nunca sequer tinham se falado antes na vida?

Quem conta a fofoca a Tama-chan é a sua melhor amiga, Nao-chan. Tamami fica tão nervosa com a notícia e com a improbabilidade de isto acontecer, que suas ações acabam se tornando um completo desastre: derrubando seu lápis e todos os trabalhos de verão no chão, aliás, derrubando tudo e qualquer coisa no chão.

Uma coisa que queria saber é se é verdade se alguns professores japoneses têm esse péssimo hábito de falar mal ou de tratar mal os estudantes. No oneshot, o sensei xinga a Tamami de lenta e lerda várias vezes. Tadinha... Qual o problema em ser lerda? As pessoas são diferentes, ué? (Autodefesa, eu também sou super desajeitada, estabanada que só... mas voltemos à história da Tamami).

Os traços da Shin Yumachi são lindos demais... Nunca tinha lido nenhuma história dela, mas simplesmente adorei!! Tenho receios de ler oneshots, porque são muito curtinhos e fico ansiosa com aquele gostinho de quero mais... Uma pena, mas esse oneshot teria tudo para virar uma série com alguns volumes... Ainnn.... queria saber como seria a Tamami depois de um tempo. E como seriam as coisas na escola... Como seria o Mitsui-kun e também a Nao-chan... Mas contento-me apenas em ter lido essa história super kawaii... Não conhecia a Yumachi-san, mas gostaria de ler outra história dela para tirar minhas próprias conclusões.

Oneshot em português-PT:
Fascínio Asiático (download - completo)
Batoto (ler online - completo)
Central de Mangás (ler online - completo)
Union Mangás (ler online - completo)

Entenda porque os links foram removidos

Bara to Zirconia (Oneshot)

O cara simplesmente confunde a garota com a sua primeira paixão... Em seu êxtase de alucinação, leva a garota entre as rosas para a sua casa e acredita que ela é a "reencarnação" da sua amada de 10 anos atrás.

Título: Bara to Zirconia/ Rose and Zirconia 
Mangaká: Saitou Ken
Gênero: Drama, Romance, School Life, Sensei, Shoujo
Publicação: Oneshot (2007)

Sinopse: Satomi-san estava muito bêbado, devido ao efeito do álcool, ele confunde uma garota com a sua tão amada Fujii Miyu. Vendo-a tão tarde no meio na rua, Satomi a leva para a sua casa. Sua mente tenta lhe confundir, mas afinal de contas, poderia ela ser a Fujii Miyu? Ela não teria crescido nenhum pouco nesses 10 anos de separação?

A história é bem curtinha, mas é super adorável. Esse oneshot faz parte da coletânea Nejimaki Mano-san. Os traços da Saitou Ken são muito bonitos e harmoniosos. Além disso, o roteiro é instigante. Quanto mais você lê, mais você quer saber quem é essa suposta Fujii Miyu. E as coisas ficam ainda mais tensas quando um amigo de infância de Satomi revela que a "verdadeira" Fujii Mayu teria morrido. Se você ficou curios@ para saber, então leia!! Super recomendo \\o


Oneshot em português-PT:
Scan: Fascínio Asiático
Ler online: Union Mangás

Entenda porque os links foram removidos

domingo, 18 de maio de 2014

Penguin Prince (Mangá)

Volume único composto por cinco oneshots que contam cinco incríveis histórias escritas e desenhadas pela Motomi Kyousuke-sensei \\o

Título: ペンギンプリンス/ Penguin Prince (Príncipe Pinguim)
Mangaká: Motomi Kyousuke
Gênero: Comédia, Romance, School Life, Shoujo
Outros Títulos: Beast Master (2006); Purikyu (2005)
Publicação: Mangá - 1 volume (2006)

Peguin Prince, da mangaká Motomi Kyousuke (2006)

Sinopse: Ranko Teshigawara é uma garota que deixa qualquer garoto intimidado, tanto que é apelidada por todos na escola de "bruxa". Em contrapartida, Murakami Ryuuji é chamado por todos, principalmente, pelas garotas, de "príncipe". Após fazer uma descoberta meio embaraçosa sobre Murakami, Ranko e o "príncipe" vão encontrando motivos para ficarem juntos que os levam gradualmente a conhecerem lados de suas personalidades que ninguém conhecia.

Achei muito fofo esse oneshot, porque é tão meigo como os dois vão descobrindo coisas que todos julgam não existir, só porque já criaram um estereótipo de cada um deles. É muito legal como o entrosamento dos dois é gradativo e harmonioso. Achei a história maravilhosa!


Mil Anos/ One Thousand Years Love Song


Cena na qual Minagawa e Kazama estão estudando os 100 poemas juntos.

Sinopse: Está acontecendo o Class Match (disputa entre classes) e Minagawa Tamaki é a escolhida para ser um dos membros do time de sua classe, mas o problema é que ela não quer fazer parte disso, mas não tem escolha, afinal, ela é a única que tem o talento irritante para participar do desafio dos 100 poemas.

Minagawa não quer fazer parte disso, mas acaba se vendo presa a participar e não só isso, se vê sem saída tendo que participar junto com Kazama, o cara mais idiota da sala, porém, o mais legal nesse oneshot é ver como a personagem principal vai percebendo que o carinha "idiota" tem um lado sincero que ninguém conhece. Mas no caso da Minagawa, ela já é apaixonada pelo Kazama, mas prefere não admitir isso. O final é super fofo... Você ri bastante com esses dois.


Sitting Straigth Tea Time


Cena na qual Hatsune percebe estar gostando de Tamiya sensei.

Sinopse: Hatsune é uma garota extremamente desajeitada. Por causa disso, sua irmã mais velha resolve fazer com que ela tenha aulas de etiqueta para aprender a ter um bom gênio, uma boa aparência e que aprenda a como servir o chá durante uma cerimônia do chá. Hatsune tem apenas três meses para aprender isso tudo e o seu pesadelo piora ainda mais quando ela descobre que Tamiya Kei, o delinquente da escola, é o filho da sua sensei e que será ele que lhe dará as aulas.

O Tamiya-kun é uma figura! O cara é super engraçado, quando está na escola é o delinquente mais temido por todos, quando está em casa dando aulas de etiqueta, usando o seu kimono é o sensei mais rígido e cruel que alguém pode ter. No entanto, é bastante interessante como ele consegue ser duas pessoas em uma só, bastando apenas mudar de roupa. Mas o legal é que o próximo oneshot é uma continuação da mesma história, entretanto, dessa vez podemos ter uma visão mais "dramática" da Hatsune e do Tamiya.


With Flowers and You Tea Time


Tamiya sendo estranhamente gentil com Hatsune.
Sinopse: Agora, Hatsune e Tamiya são namorados e ele ainda é seu professor. Hatsune acha as aulas muito mais rígidas do que antes, além disso, Tamiya não parece ser tão carinhoso com ela. Quase um ano se passou e Tamiya ainda a trata com certa distância e como namorados nunca fizeram nenhum programa divertido. Apesar de suas suspeitas, Hatsune ignora seus pensamentos negativos, mas depois da chegada de Kinuko-san, seus piores temores viram realidade.

O engraçado disso tudo, é que é sempre a Hatsune que vai embora correndo antes mesmo do Tamiya se explicar. Mas como isso é típico de shoujos se não fosse por causa disso, não haveria o drama...  Achei o final da história do "Tea Time" muito legal... Mas acho que a Peguin Prince ainda continua sendo a história que mais gostei até agora.


Searching for Four Leafed Clover


Cena na qual, sem saber, Kiku ajuda Sakaki a superar sua crise existencial.

Sinopse: Na volta da escola, Kiku Kajiyama vê Sakaki Tomohiro rasgando algumas partituras para piano e jogando um caderno no lixo. Sakaki é um aluno problemático e recém chegado na turma de Kiku, todos têm receio de se envolver com ele, inclusive, a própria Kiku também não quer se envolver. Entretanto, ela resolve ser gentil e entregar o caderno de partituras que Sakaki jogara fora no dia anterior a ele. Mas ele a trata super mal e ela não devolve o caderno. Mas o que ninguém sabe é que Sakaki é uma pessoa triste e insegura.

A procura pelo trevo de quatro folhas, um pedido meigo de desculpas e uma promessa meio sem pé nem cabeça fizeram desse oneshot uma das histórias mais fofas desse mangá. É muito fofo quando a Kiku recebe o convite do Sakaki para ela ir ver o seu concerto. E o mais legal, mesmo depois de se transferir de escola e mesmo depois de alguns meses, ele não deixou de pensar nela e vice-versa....

Cena na qual o Sakaki a beija estando com as mãos super ocupadas.

Ainnn.... é muito linda a cena na qual ele a beija com as mãos super ocupadas com latinhas de chá ou refrigerante, enfim... ele estava com as mãos ocupadas segurando várias latinhas... Amei!! Super recomendo que vocês leiam o mangá todo!!

A Motomi Kyousuke-sensei escreve histórias super legais, apesar que de vez em quando o traço não sai tão perfeito, mas a história é tão envolvente que você até ignora isso.



Mangá em português:
Scan: Redisu (sem download)
Ler online: Union Mangás

Entenda porque os links foram removidos

sábado, 17 de maio de 2014

Isshun no Tsuki (Oneshot)

Isshun no Tsuki, da mangaká Shimaki
Ako (2008)
A menina se sente atraída pelo namorado da irmã mais velha e planeja roubar um beijo dele.

Título: 瞬の月/ Isshun no Tsuki/ A Moment's Moon (A lua que apareceu apenas por um instante)
Mangaká: Shimaki Ako
Gênero: Drama, Romance, Shoujo, Tragédia
Publicação: Oneshot (2008)

Sinopse: Mizuho Kishimoto está apaixonada por Shuugo Sakaki, namorado de sua irmã mais velha, Megumi. Apesar de ele apenas lhe ver como uma criança, Mizuho não consegue parar de pensar nele um instante. Mesmo gostando de sua irmã e se importando muito com o bem estar dela, Mizuho não consegue evitar... Entretanto, numa noite sem lua, uma notícia inesperada pode mudar o rumo da vida de todos...

O que mais amo nas histórias da Shimaki Ako são os traços dos seus desenhos e os dramas desenvolvidos por ela. Todos tratam de um assunto diferente, o que me faz tomar gosto ainda mais pelos seus oneshots.

Nesse oneshot, Ako-senpai conta a história de amor unilateral de Mizuho Kishimoto. Mizuho se apaixona pelo namorado da irmã Megumi, mas a sua vida muda para sempre depois de uma notícia inesperada dada há um ano atrás.

Depois de um ano, desde o acontecido, Mizuho ainda não consegue tirar o Shuugo-san da cabeça, pior, parece que o Shuugo-san começou a perceber nossa querida protagonista com outros olhos: será que ele poderia estar se interessando por ela?

O mais legal nesse oneshot é que ele tem 79 páginas e não dá a impressão de que a história foi terminada às pressas... Ainda bem, né? A única coisa que dá vontade é de chorar bastante... hahahaha... brincadeirinha, achei a história super fofa!! É super agradável como a Shimaki Ako consegue unir cenas meigas com personagens femininas fortes e cheias de atitude... Super recomendo que vocês leiam \\o



Oneshot em português:
Scan: OMGScans
Ler online: Union Mangás

Entenda porque os links foram removidos

sexta-feira, 16 de maio de 2014

7 Genme wa Himitsu (Mangá)

A menina sofria bullying em sua antiga escola, mas agora decidiu que tudo seria diferente, mas não imaginava que alguém perceberia a sua "farsa".

Título: 7限目はヒミツ。/ 7 Genme wa Himitsu/ Nana Genme wa Himitsu/ Shichigenme wa Himitsu/ 7th Period is a Secret
Mangaká: Chiba Kozue
Gênero: Drama, Romance, School Life, Sensei, Shoujo
Outros Títulos: 24 Colors (2008); Hidarite no Love Letter (2009); Crayon Days (2011); Kare no Yubisaki (2013); Gyutto Shite Chuu (2008); Yoru no Gakkou he Oide Yo! (2007)
Publicação: Mangá - 1 volume (2006)

7th Period is a Secret, da mangaká Chiba
Kozue (2006).

Sinopse: Kawazaki Shun era uma garota muito calada e reservada, por causa disso, sofria bullying na antiga escola onde estudava. Decidida a mudar tudo, Shun resolve mudar de escola e não só de escola, mas mudar até mesmo o seu jeito de ser. Entretanto, quando mudanças não são espontâneas, brechas ficam aparentes, embora nenhum colega tenha percebido, o seu professor Koshiba Jun não deixou de notar algo diferente em sua "personalidade". Que rosto tem a Shun por trás da máscara da Shun "palhacinha da turma"?

E mais uma vez estou trazendo outro mangá da Chiba Kozue, digamos que eu tenha começado a gostar um pouco das suas histórias e acho que farei uma pequena maratona e lerei o máximo de mangás dessa autora que eu encontrar disponíveis em português. Pelo que pesquisei já deu para perceber que ela adora usar e abusar de diversos tipos de personagens e nessa história, ela resolve fazer isso com maestria, mostrando como uma máscara pode cair tão facilmente.

Shun finge ser o que não é com medo de ser rejeitada novamente, mas é tão fofo como ela consegue evoluir e se libertar desses medos, apesar da ajuda do sensei e de ele ter sido o único a "ver através dela", *spoiler: sinto cheiro de romance no ar!! fim do spoiler*, Shun consegue fazer amigas e descobre que sua vida pode ser como ela sempre sonhou.

A história é simplesmente linda!! Vale muito a pena ler! Eu super recomendo! Ah!, e vale salientar que no final do mangá tem dois one-shots super legais... Amei os dois!! São histórias fofas e bem interessantes. Também recomendo...

Puberty Baby

Oneshot Puberty Baby.
Sinopse: Eri-chan e Kaoru-kun cresceram juntos como amigos de infância. Desde sempre, Eri-chan protegeu Kaoru, tanto que em sua cabeça, ele continuaria dependendo de sua proteção para sempre. No entanto, Eri-chan descobre um lado de Kaoru totalmente inimaginável e tudo o que la acreditava saber sobre ele cai por terra.

Pensamento da Eri-chan sobre Kaoru: "ele é tímido, antissocial, é inútil e é incapaz de fazer amigos sozinho. Além disso, é preguiçoso e não está nenhum um pouco interessado em garotas (é muito cedo para isso), é por isso que eu cuido dele há 15 anos e é isso tudo que o torna tão fofo, ele é meu irmãozinho problemático".

O interessante desse oneshot é que a Eri-chan cria uma imagem tão firme sobre Kaoru que quando ela descobre que ele não era mais tudo aquilo, seu mundo fica abalado. Afinal, como ele conseguiu amadurecer tanto e ela não percebeu? Uma pena, mas não posso contar mais nada além disso, se não estraga tudo. Adorei esse oneshot.

Your Words

Oneshot Your Words.
Sinopse: O novo aluno da escola e da turma é Fukamachi Rio, para o pesadelo de Ookubo Yuki que se declarara para ele há dois anos atrás e fora rejeitada. A volta desse seu "inimigo natural" transformará a sua vida num inferno, já que ele guarda a sua carta de amor e faz chantagem com ela. "Se a Yuki-chan não fizer o que eu quero todos saberão sobre essa carta". O que a Yuki irá fazer para se livrar desse cara chato?

A cena na qual Yuki foi rejeitada por Rio há dois anos atrás, me fez lembrar automaticamente da cena em que Miki entra na sala e vê a sua carta de amor ser lida e ridicularizada por Ginta e os amigos deles. Isso me deixou com a pulga atrás da orelha e quem já leu ou assistiu a Marmalade Boy vai entender o que eu estou falando. Mas confesso, que diferentemente do Ginta, o Rio é muito sádico com a Yuki-chan, na maioria das vezes.

Porém, apesar de ser um oneshot adorável, achei o final bem previsível, mas para quem não leu e/ou nunca assistiu ao anime de Marmalade Boy pode não perceber isso... Então, minna... Oyasuminasai... Na próxima postagem, teremos mais um mangá da Chiba Kozue, digamos que eu esteja muito entusiasmada com suas histórias e espero que vocês possam gostar da Chiba também... Ja ne!



Mangá em português:
Scans: Dreams for Eternity; Mangás Space
Ler Online: Mangás Space

Entenda porque os links foram removidos

Sailor Moon Super S - Black Dream Hole (Animação)

Depois de um período de aparente tranquilidade, crianças começam a desaparecer misteriosamente durante a madrugada. E para piorar ainda mais a situação, uma ameaça silenciosa pode lançar a Terra na escuridão eterna.


Título: 美少女戦士セーラームーンSuper S セーラー 9 戦士集結!ブラック・ドリーム・ホールの奇跡/ Bishōjo Senshi Sērā Mūn Sūpā Esu: Sērā Kyū Senshi Shūketsu! Burakku Dorīmu Hōru no Kiseki/ Pretty Soldier Sailor Moon Super S: The Nine Sailor Soldiers Unite! Miracle of the Black Dream Hole/ Sailor Moon Super S - The Movie
Gênero: Aventura, Bishoujo, Comédia, Drama, Mahou Shoujo, Romance, School Life, Sentai, Shoujo
Roteiro: Youji Enokido
DireçãoProdução: Hiroki Shibata/ Toshihiko Arisako e Go Yamamoto
Publicação: Animação (1995)
Nota♥♥♥


Poster do filme.

Sailor Moon Super S - Black Dream Hole é o terceiro filme da série de anime Sailor Moon e assim como o segundo, não foi roteirizado por Naoko Takeuchi, o roteirista deste filme é Youji Enokido. Mais uma vez devo salientar que a Usagi (Serena) não aparece tão lesada como de costume o que para mim é um ponto super positivo. No Japão, Sailor Moon Super S - The Movie foi lançado em 1995, mas só veio ser exibido nos Estados Unidos cinco anos depois. E nessa nova aventura, as Sailors Senshis se encontram novamente para acabar com mais uma ameaça sobre a Terra.

As sailors senshis aprendendo a cozinhar.
Sinopse: Enquanto as sailors senshis aprendem a fazer biscoitos com a Sailor Júpiter, aproveitando a tranquilidade de estarem juntas, em lugares diferentes do mundo crianças começam a desaparecer durante a noite. Um navio misterioso e um flautista mais misterioso ainda estão envolvidos nesses desaparecimentos em massa. As Sailors Senshis só encontram esse flautista misterioso quando Chibiusa é capturada por ele. Apesar dos esforços de Tuxedo Kamen, que fica gravemente ferido, e dos esforços de Sailor Moon, ela sai da hipnose provocada pela música da flauta, mas mesmo assim é levada para outro lugar onde apenas Peruru conhece. E com a ajuda dele, sem saber se ele é amigo ou inimigo, as sailors senshis vão resgatar Chibi Moon.

Assim como no filme dois, não é Usagi a personagem principal da história. Neste terceiro filme, a história gira em torno de Chibiusa. Não é o melhor filme da trilogia, mas a história é legal. Na minha opinião, achei que poderiam utilizar mais as outras sailors senshis e, principalmente, mostrar uma atuação mais convincente de Usagi ao perder Chibi Moon para o navio voador do flautista misterioso. Mas enfim...


Peruru e Chibiusa se conhecem em frente a uma doceria.
Vadiane tenta usar quatro "fadas": Peruru, Pupuran, Oranjiya e Bananu para realizar os seus planos. Mas, na verdade, eles são enganados por Vadiane, uma bruxa, ou sei lá o quê, que convence as fadas, exceto Peruru que não concorda com sua ideia e tenta impedir que seu irmão Pupuran a ajude nos planos dela. Peruru se mostra contrário à ideia de Vadiane de fazer com que todas as crianças caiam em sono profundo e nunca se tornem adultas, numa espécie de Peter Pan forçado. Mas as intuições de Peruru quanto às más intenções de Vadiane estão super certas, já que ela pretende com isso, lançar o planeta Terra na mais profunda escuridão, teoricamente usando a energia (chamado de açúcar, no filme) do sonho das crianças para fazer isso.


Cena na qual Usagi prova os biscoitos que fez.
É claro que o filme é recheado de cenas cômicas e dramáticas como em todo anime e demais filmes de Sailor Moon, mas preciso confessar que esse último filme me deixou um pouco chateada e decepcionada. Sei lá, meio que eu esperava mais. Não gostei das fadas malvadas e facilmente manipuladas por Vadiane. Sem mencionar que essas fadas são homens (nada contra) e eles usam balas recheadas, chamadas de youmas, como armas de ataque. Também não gostei dessas fadas morrerem e não se livrarem do efeito maléfico de Vadiane, deu a entender que essas fadas eram más e pronto, sem direito nenhum à redenção.


Ártemis, Diana e Luna.
Outra coisa que me incomodou foi a pouca ou quase nenhuma participação de alguns personagens no filme, como as sailors Urano, Netuno e Plutão, Luna, Ártemis e Diana (gatinha filha de Luna e de Ártemis que vem do fututo junto com Chibiusa) e, até mesmo, o próprio Tuxedo Kamen. Na única cena em que ele aparece, ele fica gravemente ferido e some da história de uma vez, para nem no final fazer um ponta aqui ou acolá. Logo se vê que não foi a Naoko Takeuchi que escreveu a história.

O enredo é interessante. Vale salientar isso. Mas me deixou triste, sei lá, o final pareceu ser tão corrido e nada do Tuxedo Kamen beijando a Usagi, nada de nada... E você sempre espera algo mais de uma história que ganhou tanta repercussão e prestígio ao longo de 22 anos. Mas enfim... recomendo que vocês assistam ao terceiro filme da série Sailor Moon e espero que gostem. Ao menos, os especiais me salvaram de uma decepção completa... Em outra postagem falarei sobre o primeiro especial de Sailor Moon. Não deixem de conferir... \\o



Animação legendada em português:
Fansub: Anbient
Ver online: Anitube

quinta-feira, 15 de maio de 2014

24 Colors (Mangá)

A menina inicia o colegial numa nova escola e descobre que lá tem um clube de artes. Sua amiga a incentiva a fazer parte dele e, lá, ela acaba conhecendo alguém com os mesmos interesses que os seus.

Título: 七色之戀/ Hatsukoi no Palette/ 24 Colors
Mangaká: Chiba Kozue
Gênero: Drama, Romance, School Life, Shoujo
Outros Títulos: 7 Genme wa Himitsu (2006); Hidarite no Love Letter (2009); Crayon Days (2011); Kare no Yubisaki (2013); Gyutto Shite Chuu (2008); Yoru no Gakkou he Oide Yo! (2007)
Publicação: Mangá - 1 volume (2008)

24 Colors, da mangaká Chiba Kozue (2008)

Sinopse: Kinoshita Nanaka e Haneda Meiko ingressam numa nova escola juntas. Lá, Meiko incentiva a amiga a fazer arte do clube de artes, já que Nanaka Ama desenhar. No final, as duas acabam fazendo parte do clube, e junto com Hajima Chihaya e Mibu Kento, elas formam o clube de artes. A primeira tarefa do grupo é criar o mural para o Festival Cultural. Será que eles darão conta? E o tema "Irradiação do Amor" mexerá com o coração deles?

Cena na qual Hajima pinta uma flor vermelha
na blusa de Nanaka.
Nanaka é extremamente tímida e tem grande dificuldades de expressar seus sentimentos e pensamentos através de palavras. Ela acha que confunde as pessoas quando tenta fazer isso. A única forma que ela encontra para se expressar é desenhando. Quando Nanaka encontra uma pessoa no mundo igual a ela: Hajima, ela não consegue evitar e se sente fortemente atraída por ele. Entretanto, Hajima é mais irritante do que tímido, ele é muito introspectivo e antissocial. O que faz de Mibu ser  o porta-voz do clube de artes.

Mibu e Meiko quase não aparecem na história, são os legítimos personagens secundários e não coadjuvantes. Uma pena, porque o Mibu teve uma participação bem interessante quando ajudou a Nanaka e meio que ficou na cara o porquê de ele ter feito isso.... enfim... não posso contar mais do que isso. Outra coisa que me deixou um pouco sem ter uma opinião formada foi a atitude da Meiko, depois do mal entendido no qual Mibu estava envolvido. Mas enfim, prefiro pensar que foi otimismo.

Cena na qual eles tropeçam quando
Hajima mostra seu estúdio "particular"
a Nanaka.
A história do mangá é bem curtinha e triste ao mesmo tempo. Porque fico imaginando que *spoiler: depois de um ano tudo pode acabar. *fim do spoiler. E esse é, sobretudo, o maior drama da história. É depois disso, da situação exposta, que justifica o fato de Hajima ser tão introspectivo e antissocial. Nanaka fica muito triste e o Hajima parece um grande insensível, mas ele é um baita mentiroso.

Outra coisa que não posso esquecer, os personagens não são os tão clichês: menina tímida e menino tímido que nunca saem do canto. Ainda bem, né? Meio que me dá agonia histórias assim... E outra coisa mais, os traços são muito lindos!! >//<

A história é super fofa, mas só uma coisa não fica bem resolvida... pelo menos ao meu ver. Mas isso não compromete o enredo, nada. Apenas torna a história mais dramática, *spoilerporque eu fico pensando que cada dia que passar será um dia a menos. *fim do spoiler. Mas o que importa é que tem um final feliz super fofo!! Ou seja, não deixem de ler, ok, minna? \\o



Mangá em português:
Scan: Dreams for Eternity

Entenda porque os links foram removidos

segunda-feira, 5 de maio de 2014

Fated to Love You (Manhua)

Sabe aquelas personagens extremamente cafonas e bobas e aqueles personagens que são super arrogantes? Pois é, nessa história, uma garota cafona, boba e ingênua e um cara arrogante e prepotente se conhecem num cruzeiro. Mas por um acaso do destino, os dois passam uma tarde tórrida juntos... E quando digo tórrida, é no sentido mais ousado que você pode encontrar num drama oriental (risos).

Título: 命中注定我愛你/ Fated to Love You/ La Chica Adesivo/ Sticky Note Girl/ Ming Zhong Zhu Ding Wo Ai Ni/ Destiny Love/ Fadado a te amar
Roteiro/ Arte: Hai Cheng & Ying Yan
Gênero: Comédia, Drama, Josei, Romance
Publicação:
Manhua - 3 volumes (2008)
Tw-Drama - 39 episódios (2008)
K-Drama - 20 episódios (2014)

Fated to Love You, dorama taiwanês (2008).

Sinopse: Chen Xin Yi (Chen Qiao En) tem o nome mais comum de todos e não consegue dizer não para as outras pessoas. No trabalho é chamada por todos de garota-adesivo, todos se escoram nela para que ela faça o trabalho deles. Mas apesar de tudo, mesmo sem uma vida agitada e sem tempo para conhecer outras pessoas, ela consegue arranjar um namorado. Infelizmente, um cafajeste! Boba e inocente, Xin Yi acredita que a única forma de reacender a chama do relacionamento que só ela achava estar pagada seria numa viagem de férias romântica com seu namorado. Mas tudo sai fora dos planos, Xin Yi fica doente e tem uma reação colateral do remédio que tomou. Já num outro ponto do Cruzeiro, Ji Cun Xi (Ethan Ruan) encontra-se sendo importunado por dois caras insatisfeitos por terem sua fábrica comprada pelo empresário e a vingança deles é expor Cun Xi ao ridículo, por isso, eles drogam a sua bebida enquanto ele se distrai. Cun Xi passa mal e vai para o seu quarto, no fim das contas, depois de um grande mal entendido entre ambas as partes, Xin Yi e Cun Xi acabam tendo uma tarde de amor eletrizante. E para piorar, depois de tudo, ainda terão que se casar, pois Xin Yi engravida de Cun Xi mesmo tendo sido a sua primeira vez.

Ui, nessa cena tem altos beijos entre esses dois \\o

Até onde li o manhua e até onde assisti ao dorama, não vi/li nenhuma cena picante que justifique a censura +18, mas como sabemos ou podemos supor, para os orientais isso já foi super ousado. Entretanto, mudando de assunto, o que importa é que a história é muito divertida, tanto a do manhua quanto a do dorama. E mais, há poucas diferenças entre os dois, pelo menos até onde vi.

Xin Yi é aquele tipo de garota que acaba sendo vítima de todos, porque todos julgam que a sua vida é super sem graça e que ela nunca evoluirá, por isso, todos se aproveitam da "fraqueza" dela. Mas na 2ª temporada do dorama, Xin Yi vem com tudo! E vai dar o troco em todos e tudo isso com a ajuda do lindo e maravilhoso, Dylan (Baron Chen), seu melhor amigo.

Sinceramente, minna... é uma grande pena mesmo, que o Dylan passe o dorama inteiro na friend-zone. Uma grande pena, porque ele tinha tudo para ser o par ideal da Xin Yi, mas apesar de tudo, só vocês assistindo para entenderem por que no final o Dylan nunca saiu da friend-zone... Ok, nem assistindo dá para entender...

Dylan seu lindo!!!

A Xin Yi muda bastante ao longo dos episódios... Deixa de ser aquela garota boba, deixa de ser literalmente um adesivo que poderia ser facilmente rasgado e descartado. E depois dessa mudança radical, Cun Xi que se aguente!!

Mas o Cun Xi bem que merece sofrer um pouco. O cara agiu como um cafajeste escondendo de Anna (Bianca Bai) a gravidez de Xin In e ainda assim queria investir na sua relação com a antiga namorada. Enfim, a Anna é uma mulher bem resolvida, afinal, a sua carreira de bailarina é super importante. Tanto que ela não quer ter filhos e depois de ter conseguido a vaga de prima ballerina nos EUA ela nem cogita essa possibilidade. E a sua carreira é tão importante que ela abandona Cun Xi fazendo com que ele faça sozinho a viagem no Cruzeiro.

O dorama é perfeito!! Minna... as evoluções dos personagens são bastante interessantes e não parece algo forçado, é como se tudo fosse fluindo e se encaminhando para isso mesmo, como num slice of life, onde os personagens vão amadurecendo gradativamente. Além disso, o elenco é ótimo, pois alguns personagens são super engraçados, como a avó do Cun Xi (Tan Ai Zhen). No início, o dorama é pura comédia, depois aparece um pouco de drama, aí quando você pensa que vai virar um dramalhão, é apenas um pouco de drama com comédia².


Fated to Love You, manhua de Hai Cheng e Ying Yan (2008)

O manhua foi publicado em três volumes, mas o engraçado é que não dá para saber quem veio primeiro. Se não me engano, li em algum lugar que o manhua é uma adaptação do dorama, por ser mais curto. Mas independente disso, a história do manhua é extremamente fiel. Salvo algumas diferençazinhas que aparecem no dorama, além disso, o traço de alguns personagens também é bastante parecido com os atores o que me faz achar que o manhua veio depois, apesar de ambos terem sido exibidos/publicados no mesmo ano. Entretanto, mais uma vez insistindo, isso não tem nenhuma importância: quem veio antes, quem veio depois. Ambos são muitos bons!!

Cun Xi e Xin Yi

E se você ficou com vontade de ler/assistir, você pode assistir ao trailer do dorama no vídeo abaixo. 




Infelizmente, em nenhum dos links que coloquei no final da postagem, com exceção dos manhuas em inglês, em nenhum deles, o manhua está completo, já o dorama apenas no link do site AnimesXGames aparecem disponíveis para download todos os 39 episódios, mas eu não baixei nenhum ainda, logo, se houver algum link corrompido, onegai, minna, é só me avisar nos comentários. Mas espero que tenham gostado da postagem, minna.... próxima semana tem mais!! Oyasuminasaiiii...



Manhua em português:
Scans: My Otaku Way
Ler online: Toshi wa Yume

Tw-Drama legendado em português:
Fansub: DramaFans (sem link); Fansubber

K-Drama legendado em português:
Fansub: Puri Puri Fansub (necessita cadastro)
Ver online: DramaFever

Entenda porque os links foram removidos
 

AniMangá House Template by Ipietoon Cute Blog Design