quinta-feira, 9 de junho de 2016

K-ON! (Anime)

Yoooooo, minna... Estou em fim de período e a minha vida tá super corrida... Haja coração para esse final de semestre... Mas hoje resolvi ressuscitar e falar dessa história. Acredito que eu seja a única que ainda não viu esse anime (não me julguem - risos). Entretanto, o que eu pensava que era um shoujo, descobri que era um seinen O.o

Título: けいおん!/ Keion!/ K-ON!
Mangaká: Kakifly
Gênero: Comédia, School Life, Seinen
Publicação:
Mangá - 4 volumes (2007)/ Licenciado pela NewPop
Anime - 41 episódios - 1ª temporada (2009)/ 2ª temporada (2010)
Jogo: K-ON! Hokago Live!! (2010)

K-ON!, do mangaká Kakifly (2007-2012)

Sinopse: Tudo começa quando a distraída Hirasawa Yui entra para o clube de música leve da escola. Entretanto, ela não sabe tocar nenhum instrumento. Mas isso não impede que ela, juntamente com suas amigas do clube, formem uma banda. Será que um dia elas poderão ser uma banda de sucesso?

Antes de mais nada, quero deixar claro que não li o mangá ainda, apenas vi o anime. Apenas a 1ª temporada. Ainda estou protelando ver a 2ª, porque perdi o interesse na metade. Na verdade, achei que pelo andar da carruagem, não tinha muita necessidade de ter uma continuação, visto que a história não evolui muito. Enfim... comecei a ver o anime pensando que era um shoujo, mas pesquisando aqui para fazer essa postagem descobri que é um seinen. O que explica as personagens serem colegiais e algumas cenas ecchi (camufladas) que aparecem no anime.



A história não tem grandes evoluções. Yui entra para o clube de música leve da escola e conhece Akiyama Mio (a baixista do clube e compositora da banda), Tainaka Ritsu (a baterista e presidente do clube) e Kotobuki Tsumugi (a tecladista do grupo). Mais tarde, elas conhecem Nakano Azusa (a segunda guitarrista do clube), que entra para o clube no fim da 1ª temporada, se não me engano.

Não é um anime ruim, mas me lembrou um pouco o estilo de Lucky Star. Uma história centrada em garotas que cursam o ensino médio numa escola só para garotas, que são amigas, que não têm preocupação com namorado e têm personalidades bem diferentes. O traço das personagens diz muito sobre o estilo do anime. O estilo Moe é aquele em que as personagens são bem parecidas mas o que muda é um detalhe ou outro, tipo o cabelo, a cor dos olhos, o formato dos olhos etc., mas o molde é o mesmo, digamos assim. Talvez seja a tendência desse tipo de seinen.




O enredo não tem nada demais. São quatro garotas, inicialmente, que entram para o clube de música leve da escola e têm a pretensão de formar uma banda. Mais tarde, aparece uma nova integrante e Yui, Mio, Ritsu e Tsumu já estão no 3º ano. Ou seja, na minha humilde opinião, não acontece nada demais durante o anime todo. Não sei se é porque eu esperava mais da história ou se eu pensava que a coisa seria mais animada, enfim... o lance é que não curti tanto assim a vibe da segunda temporada, tanto que nem consegui terminar. 

A primeira temporada é engraçada, mas tirando a parte em que elas ensaiam e tomam o chá da tarde todos os dias, não tem absolutamente nada demais. Não existe um enfoque na vida de nenhuma dessas garotas. Elas só existem na escola e para o clube. Não existe uma vida delas fora da escola ou algum drama. Nada. Talvez nem seja esse o objetivo da história de K-ON!. Além disso, a escolha das personagens serem colegiais é um detalhe a mais que atrai o público seinen. Até porque sabemos que no Japão é muito delicada a questão da lolita lá. A tara que se cria e se perpetua do tiozão "apaixonado" pela colegial é um grande fetiche e isso é amplamente utilizado. K-ON! é um exemplo típico disso.




Assisti a esse anime pelo aplicativo Giganima. Não sei se vocês conhecem, mas ele é ótimo. Infelizmente, não tem todos os animes que você quiser, mas uma grande maioria é possível encontrar lá. Se você usa smartphone com SO Android ou iOS, pode instalar o Giganima e aproveitar bastante. Então, é isso, minna... Espero que tenham gostado da minha resenha preguiçosa... risos. Eu recomendo o anime e que vocês baixem o aplicativo no celular ou tablet de vocês. É muito bom. Ah, eu recomendo o anime, mas não curti muito. Acho que eu depositei expectativas demais sobre ele. Acontece... Kissus... e até a próxima.




Mangá em português - sem link
Licenciado pela New Pop

Anime legendado em português:
Ver online: Animeq; Anitube; Super Animes

2 comentários:

  1. Eu gosto muito de K-on por ser uma estoria despreocupada, acho que você foi achando que iria ser uma enredo muito profundo e complexo, e K-on não foi feito para isso. Alem do formato do mangá ser de Yonkoma que é como tirinhas, foi feito para ser leve e rápido e com o tema comum de amizade e vida escolar. E também, o anime tem as musicas do abertura e do encerramento serem muito boas, eu adoro.
    Eu li o primeiro volume do mangá, como eu já sabia o que iria acontecer, não foi tãoo legal assim, mais eu quero ler os outros :)

    Bjokas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que foi bem isso, Duuda. Eu gosto de Lucky Star, quer dizer, eu gostei de assistir. Depois descobri que o formato do mangá era Yonkoma, assim como de Acchi Kocchi.

      Sobre K-ON! eu caí de paraquedas. Não sabia nada sobre a história, apenas que tinha música nele. Achei a musica do encerramento da 1ª temporada a melhor de todas.

      Também gosto de histórias despreocupadas, mas acho que quebrei a cara com K-ON! achando que era uma coisa, quando era outra. Mas a história é legal. Mas talvez eu não estivesse na vibe rsrsrrs....

      Excluir

Yooooo, Minnaaaa.... arigatou pela leitura... Comentem caso vocês tenham gostado dessa postagem... Caso postem comentários que não tenham nada a ver com o conteúdo do blog ou comentários ofensivos, os mesmos serão excluídos. Kissu...

 

AniMangá House Template by Ipietoon Cute Blog Design