quinta-feira, 17 de abril de 2014

Cat Street

Cat Street é o tipo de mangá que você começa a ler e não quer mais parar. Comecei a ler ontem e confesso que não consigo parar, a vontade de ler e de saber o que acontece a cada reviravolta é sem fim... Ainnnnnnn...... estou super ansiosa para saber como termina essa história \\o

Título: キャットストリート/ Kyatto Sutorīto/ Cat Street (Gato de Rua)
Mangaká: Kamio Youko
Gênero: Drama, Romance, Shoujo, Slice of Life
Outros Títulos: Matsuri Special (2008)
Publicação:
Mangá - 8 volumes (2004-2008)
Live-Action: J-Drama - 6 episódios (2008)

Cat Street, da mangaká Kamio Yoko (2004-2008), do famoso shoujo Hana Yori Dango.

Sinopse: Keito Aoyama é uma atriz mirim de grande sucesso. Porém é uma criança solitária e triste, pois seus amigos da escola sempre foram cruéis com ela. Certo dia, ao conseguir um grande papel, Keito descobre que fará o papel com outra garotinha, iniciante e inexperiente, Sonoda Nako. As duas ficam super amigas, mas na verdade, Nako tinha inveja de Keito e na apresentação final, Nako trai a confiança de Keito que chocada, perde a voz e o espetáculo acaba sendo um fracasso. Com a sua carreira arruinada, Keito se isola do mundo e passa 7 anos longe de tudo e de todos. Mas como coisas boas ou ruins acontecem na vida o tempo todo, Keito conhece uma escola diferente e lá, além de fazer amigos, começa a ver as coisas por novas perspectivas.

É verdade, os traços não são dos mais belos, mas Hana Yori Dango também não tem os traços mais encantadores do mundo entretanto, ambas as histórias compensam tudo isso. Cat Street traz a história de Keito Aoyama que acaba fazendo amigos e saindo da bolha antissocial em que vivia. A partir daí, a história nos mostra uma Keito inocente que aos 16 anos não sabia quase nada sobre a vida e depois uma Keito mais madura, mais profissional e retomando a sua carreira tentando dar a volta por cima.


Da esquerda para a direita: Keito, Kouichi, Rei e Momiji.
Minnaaaaaaaaaa.... não tem como não amar esse mangá.... Estou viciada!! A história é perfeitamente perfeita! Me emocionei bastante \\o

Enquanto eu escrevia esse post, eu terminei de ler a história da Aoyama e sim, vale super a pena ler cada detalhe!!

A Sodona Nako é uma nojenta!! Mas mesmo assim, *spoiler* ela acaba ajudando Keito a se reerguer, meio que a Nako dá um empurrãozinho para que a Keito volte à antiga profissão. *fim do spoiler*.

Vou tentar ser bem sucinta e estragar o mínimo de surpresas de vocês. Então vamos lá... Quando Keito travou no palco e o espetáculo virou um desastre ela teve que reembolsar todos os ingressos vendidos, além disso, depois que tudo isto aconteceu, Keito se trancou em seu quarto e se isolou do mundo por sete anos. Mas um dia ela conheceu um cara que a levou para o El Liston, conhecida por ser uma "Escola Livre". Apesar de sua resistência, Keito acaba frequentando a escola e se torna amiga de Rei Saeki, um gênio do futebol que por causa de sua arrogância teria sido rejeitado pelos integrantes do próprio time.


Da esquerda para a direita: Rei, Keito, Tayou e Kouichi.
Além de Saeki, Keito conhece Noda Momiji e Kouichi Mine. Noda Momiji é uma excêntrica lolita que se veste de forma bizarra e extravagante. Kouichi é o mais reservado dos quatro e sempre vive ocupado criando programas de internet para grandes empresas e firmas. Apesar da discrepante relação entre eles, a amizade dos quatro é o único elo que os mantêm bem e cheios de energia para seguir adiante.

O mais legal e interessante da história é mostrar o amadurecimento dos personagens ao longo da narrativa. Todos eles aprendem com suas experiências e se tornam sempre mais conscientes, vão sempre superando os desafios e adquirindo não só determinação como também gratidão. 

Quando a Natsumi aparece na história, é-nos apresentada um tipo de pessoa que existe. Que é cruel, que é invejosa, que é desequilibrada, mas tudo isso por falta de amor. Keito, *spoilerembora eu ache que a Natusmi merecia ter sofrido um pouquinho antes de ser perdoada *fim do spoiler*, dá uma chance a Natsumi e esta retribui, de certa forma, a generosidade da atriz. Falando em generosidade, a Nako também retribui a generosidade da Keito. 

Keito Aoyama
Outro ponto interessante de Cat Street é mostrar esse lado humano das pessoas. Não existe apenas o personagem que é só mau ou só bom, ou super bobinho, ou super ingênuo, ou super cruel... Eles têm falhas, têm princípios... são personagens comuns que tomam decisões e têm atitudes que qualquer um de nós poderia ter. E eu, particularmente, gosto de quando histórias trazem esse aspecto em seus personagens, essa aproximação com os leitores.

A verdade é que você aprende muita coisa com a Keito. Cat Street não é um shoujo bobinho. As decisões que todos temos que tomar um dia mudam a nossa vida, não só a nossa como a das pessoas que estão ao nosso redor, um exemplo, é quando Rei viaja repentinamente para o Brasil ou quando o Kouichi se gradua e desaparece da escola. As decisões que tomamos podem ter reflexos impossíveis de prever e/ou de conter.

Keito Aoyama é uma personagem nobre. Forte. E original. Aliás, todos os personagens são fortes e, de certa forma, nobres. Cada um deles tem uma lição para ensinar ou algo para aprender. O que os torna únicos e diferenciados dentro da narrativa. Até a Haruno que aparece no início da história conseguiu passar isso.

Versão dorama.
Haruno é a namorada de Taiyou, colega do primário de Keito. Keito acha que está apaixonada por ele e sofre ao descobrir que ele estava namorando. O mais lindo dessa cena é quando a Haruno a consola mesmo depois de saber que sua rival gosta do seu namorado. O abraço das duas e a cara inchada de choro ficaram ótimos. Achei muito perfeita essa cena!! >_<

Uma outra coisa são os possíveis pares românticos que a Keito pode ter, apesar de ser super desajeitada (um dos motivos para eu me identificar com ela, porque eu também sou super desajeitada, mas não a ponto de lavar arroz com sabão... kkkkkkkkkkkkkk.... leiam a história e vocês entenderão do que estou falando), igual a irmã mais velha do Kouichi, Mina, destrambelhada e super inocente, três caras são os cotados para serem o companheiro dela... É óbvio que desde o início ela combinava com o.......... hahahahahaha... não posso contar, mas desde o início eu estava torcendo pros dois ficarem juntos... ainnnnnnnnnnn.... eles são super fofos!!

Kurokawa Tomoka como Noda Momiji.
Alguns comentários a fazer... A Momiji ficou super fofa na versão dorama... Mas eu não gostei muito da atriz que fez a Keito. Achei a atriz estranha, mas enfim... O dorama foi produzido entre agosto e outubro de 2008 e foi dirigido por Sasaki Akimitsu e por Fujio Takashi. Ainda não assisti a todos os episódios, mas ao menos as críticas que li sobre o elenco foram positivas =D

A atriz que faz a Keito é a Tanimura Mitsuki e apesar de eu não achá-la tão bonita ela conseguiu passar todas as emoções da Keito. E uma boa atuação merece elogios. A Kurokawa Tomoka ficou super fofa no papel da Momiji... e os vestidos? Lindos, lindos, lindos >_<

Já Kouichi é interpretado por Katsuji Ryo e uma coisa triste é que não existe o personagem Rei no live-action, o seu "substituto" é o namorado da Momiji, Suzuki Gouta interpretado por Kimura Ryo, que na história do mangá não existe e a Momiji nem namorado tem. Mas enfim... Apesar dessas divergências, Cat Street é uma história diferente e merece um voto de confiança ao menos por sua originalidade.




Mangá em português:
Scan: Mangás Space
Ler Online: Mangás Space

J-Drama legendado em português:
Fansub: Ganbare Fansub; Mahal Dramas (necessita cadastro)

Entenda porque os links foram removidos

0 comentários:

Postar um comentário

Yooooo, Minnaaaa.... arigatou pela leitura... Comentem caso vocês tenham gostado dessa postagem... Caso postem comentários que não tenham nada a ver com o conteúdo do blog ou comentários ofensivos, os mesmos serão excluídos. Kissu...

 

AniMangá House Template by Ipietoon Cute Blog Design