sábado, 25 de outubro de 2014

Gokujo. Gokurakuin Joshikou Ryou Monogatari (Anime)

Comecei a assistir a esse anime, porque descobri que era baseado num mangá da Miyazaki Maya. Só dei uma chance, porque Miyazaki Maya é a mesma mangaká de /Blush-DC ~Himitsu~. Obviamente, se você não curte histórias com ecchis, pode não gostar desse anime/mangá...

Título: ゴクジョッ。極楽院女子高寮物語/ Gokujou/ Gokujo. Gokurakuin Joshikou Ryou Monogatari
Mangaká: Miyazaki Maya
Gênero: Comédia, Ecchi, Nonsense, School Life, Seinen, Shoujo-Ai
Outros Títulos: /Blush-DC ~Himitsu~ (2008)
Publicação:
Mangá - 8 volumes (2008)
Anime - 12 episódios (2012) + OVA

Gokujou, da mangaká Miyazaki Maya (2008)

Contém cenas inadequadas para menores de 18 anos.

Sinopse: Akabane Aya é uma garota extremamente arrogante e bonita. Ela vai estudar numa escola só para garotas, a Gokurakuin Academy. Lá, ela encontra suas duas amigas, Toro Konatsu e Nanasato Ai. No entanto, Aya faz de tudo para ser melhor do que todas as garotas da sua turma, mesmo que isso lhe custe a ira das demais ou ainda passar por ridículo só para ser a garota mais sexy e mais bonita da escola.

Gokujou fala das desventuras "bem-humoradas" de Akabane Aya. Por ser extremamente arrogante, Aya se submete a situações super inusitadas e até ridículas só para parecer melhor do que as outras garotas da escola. A Gokurakuin é uma escola de elite só para garotas e quem conhece o estilo de Miyazaki Maya, cujas obras são voltadas, sobretudo, em sua maioria, para o público adulto masculino, pode esperar insinuações de yuri e cenas de "sexo", lembrando que nessa história, diferente de /Blush-DC ~Himitsu~, não há temas pesados ou cenas de sexo explícito, apenas insinuações, ou seja, apenas flagrantes de yuri muitas vezes provocados por mal entendidos, como esses do episódio da calcinha:




Além de tentar ser a garota mais sexy e bonita da escola, Aya é super violenta e dominadora, sobretudo, com sua amiga Konatsu. Tem momentos em que ela é super assustadora. Dá até dó da Konatsu-chan. Como a história desse anime não tem um enredo definido, sendo cada episódio uma história independente, vou falar um pouco das personagens. Vale salientar, que a história do anime é super sem noção (isso também vale para o mangá). Ah, e quando eu digo que o anime é sem noção, é porque quem já assistiu a Lucky Star ou a Acchi Kocchi vai entender o que estou querendo dizer.

Mas antes de falar das personagens principais, devo esclarecer duas coisas: Aya tem uma irmã mais velha, chamada Saya, que é super kawaii, gentil e bonita (aparentemente). Aya detesta qualquer possibilidade de ter sua irmã por perto, principalmente, na escola. Sobre Konatsu, ela é uma garota boba e bem meninona e costuma sempre ser a vítima das agressões de Aya. Elas estrelam o episódio da calcinha, do soluço e tantos outros... a Aya costuma ser impiedosa mesmo.

Aya puxando Konatsu pelo cabelo num de seus momentos de fúria.

Akanabe Aya: Ela é a típica colegial popular, está sempre preocupada em estar na moda e faz tudo o que quer. Apesar disso, Aya é super pavio curto e costuma descontar sua raiva e frustração (leia mau humor) em Konatsu-chan. Apesar de ser bem violenta com Konatsu, Aya morre de medo de sua irmã Saya e da enfermeira Oku Kaname.

Kurihashi Minami: Recém transferida do exterior, Minami é extremamente tímida e não costuma olhar no rosto das pessoas, referindo-se a todos e a cada um deles como "Potato Girl". É eleita pelo professor, como agente de saúde da turma. Sua consultas são sempre realizadas no consultório da enfermeira Kaname, para desespero de Aya, por quem, supostamente, Minami sente-se apaixonada.

Minami e Aya na enfermaria.

Nanasato Ai: Uma das amigas de Aya. Ai-chan é doce, calma e equilibrada. Tem grande admiração por Aya, mas morre de pavor só de imaginar cair em seu desagrado.

Toro Konatsu: É o saco de pancadas de Aya. Sempre que Aya está com raiva ou de mau humor, ela acaba sendo jogada de um lado para o outro ou suspensa pelo cabelo pela amiga violenta. Apesar de tudo, Konatsu também tem grande admiração pela amiga e se sente atraída por coisas fofas. Ela também é alvo das fantasias sexuais de Madoka.

Oowada Madoka: Chamada por Aya de "Monster Boob" (monstro dos "peitões"), Madoka sempre tem fantasias sexuais com Aya e Konatsu-chan. 

Da esquerda para a direita: Konatsu, Ai e Madoka.

Aya (de costas), Konatsu e Ai.

Utsunomiya Asuka: Colega de sala de Aya. Asuka é misteriosa e raramente sorri. Sua primeira aparição é no episódio do soluço, quando tenta exorcizar o fantasma que está causando o soluço em Aya. Asuka é especialista em artes ocultas, misticismo e magia negra. Ela é "obcecada" em ficar com Aya, mas toda vez que tenta beijá-la, alguma coisa dá errado.

Particularmente, gostei muito dessa personagem, Asuka é a típica personagem misteriosa e é uma pena mesmo que não tenha muito espaço na história para falar sobre ela. Suas aparições nos demais episódio são bem curtas, quase como uma figurante, mas nos episódios em que ela tenta ter ou fazer alguma coisa com Aya são muito hilárias.




Akabane Saya: Irmã mais velha de Aya. Para as demais pessoas, Saya parece ser uma garota doce e gentil, no entanto, Saya é uma pessoa extremamente sádica e quando se junta com a sua melhor amiga, Kaname, são duas delinquentes arrasadoras e temidas (sobretudo, por Aya, que morre de medo das duas). 

Oku Kaname: Enfermeira da escola Gokurakuin. Kaname é uma pessoa perigosa e junto com Saya pratica vários atos ilícitos, como rachas e vandalismo. Costumam se vingar das pessoas espancando-as com espadas de madeira, como no episódio dos morangos mofados. Oku costuma aparecer em cena sempre pilotando sua Harley Davidson em alta velocidade, ora acompanhada de Saya, ora levando Saya enquanto esta arrasta Aya com elas contra a sua vontade, claro.

Kaname e sua entrada triunfal na enfermaria.

Kaname e Saya.

Para quem acompanha o blog, já deve saber que eu não gosto de histórias assim, mas é impossível não achar a Aya engraçada. Ela não tem nada das mocinhas que conhecemos. Ela é bonita, sim; mas é arrogante, se acha a gostosona do pedaço e paga o maior mico em várias cenas. Assistam ao episódio da piscina, se não me engano, é o episódio 4. Ela se supera em casa episódio, mas eu rachei o bico com as loucuras e ideias nonsenses dela.

De qualquer forma, eu quis dar uma chance a esse anime. Os episódios são bem curtinhos, têm em média seis minutos cada. Eu assisti a todos os episódios de uma vez só... No início, pensei que tivesse yuri, mas a proposta não me decepcionou. Não foi como aqueles animes que te desestimulam para sempre, como por exemplo, 1+2=Paradise. Já estou encerrando a postagem, como gostei muito da Aya-chan, vou postar duas imagens bônus dela.


Sensualizando no episódio da piscina, sqn...

Só recomendo esse anime para quem curte histórias nonsenses, que contenham ecchi e insinuação de yuri, ou seja, shoujo-ai. Para os demais, se quiserem dar uma chance, vocês podem gostar bastante. No mais, recomendo que se dê uma chance... A Miyazaki Maya surpreende em suas histórias, mesmo numa que não faz sentido nenhum desde o início.

Contém cenas inadequadas para menores de 18 anos.





Mangá em português - sem link

Anime legendado em português:
Ver online: Animeq; Anitube

Entenda porque os links foram removidos

0 comentários:

Postar um comentário

Yooooo, Minnaaaa.... arigatou pela leitura... Comentem caso vocês tenham gostado dessa postagem... Caso postem comentários que não tenham nada a ver com o conteúdo do blog ou comentários ofensivos, os mesmos serão excluídos. Kissu...

 

AniMangá House Template by Ipietoon Cute Blog Design