quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Master's Sun (K-Drama)

Annyeonghaseyo! Como vocês estão? Passei um tempinho sumida... eu sei, mas vamos lá... Resolvi assistir Master's Sun, porque eu descobri que era um drama que tinha a Gong Hyo Jin como protagonista. Depois de assistir a It's Okay, That's Love ela se tornou uma de minhas divas forever!! Minha meta é poder assistir o maior número de dramas com ela, inclusive, já baixei The Greatest Love para assistir assim que eu terminar Who Are You (que só resolvi assistir, porque a temática é parecida com a de Master's Sun e, também, para fazer minhas próprias considerações sobre os dois, que certamente trarei na postagem que eu fizer sobre Who Are You).


Título: 주군의 태양 / Joogoonui Taeyang/ Master's Sun
Direção: Jin Hyeok
Roteiro: Hong Mi Ran & Hong Jung Eun (Irmãs Hong)
Gênero: Comédia, Drama, Horror, Romance, Sobrenatural
Publicação: K-Drama - 17 episódios (SBS | 2013)
Nota♥♥♥♥

Master's Sun, drama coreano (2013)

Sinopse: Tae Gong Sil/Taeyang (Gong Hyo Jin) sofreu um grave acidente há sete anos atrás. Depois de passar três anos em coma, ela descobre que podia ver espíritos/fantasmas. Depois disso, sua vida tornou-se a pior vida que um ser humano poderia ter. Joo Joong Won (So Ji Sub) é um ambicioso CEO que vive sua vida avaliando as relações humanas através do dinheiro. Mas no fundo, Joong Won apenas tenta se proteger das pessoas depois do trauma que sofreu há quinze anos atrás. Apesar de vidas totalmente diferentes, Taeyang e Joong Won se conhecem e suas vidas nunca mais serão as mesmas.



No início, protelei bastante em começar a assistir a esse drama. Temáticas de espíritos/fantasmas nunca foram muito o meu forte, sobretudo, quando esses espíritos aparecem de forma assustadora (embora em Master's Sun eles fiquem legais depois). Explicando melhor... Eu tenho muito medo de espíritos, visto que já passei por muitas experiências digamos assim, que não me fazem mais duvidar da existência deles, logo, assistir a séries/filmes que sempre tentam dar um ar realístico a eles, me deixam bastante nervosa e ansiosa. No entanto, consegui encarar, mas confesso, que tinham cenas que me assustavam bastante, mas depois eu ia me acostumando.

Não vou me prolongar muito nessa resenha, mas adianto desde já que o enrendo principal é bem curto. Quero dizer, se fosse focar apenas nos dramas de Joong Won (do sequestro de 15 anos atrás que rendeu a morte de sua amada, na época) e de Taeyang (do acidente nas montanhas que a deixou em coma por três anos e quando acordou passou a ver fantasmas/espíritos), a história teria acabado em alguns poucos episódios. Mas a cada episódio, surgiam fantasmas e situações em que Taeyang acabava ajudando esses espíritos e, claro, sempre arrastando Joong Won junto.





Como o enredo não é tão longo, no que diz respeito aos personagens principais, falarei apenas das coisas que eu gostei no drama. Em primeiro lugar, como já disse lá no começo da postagem, comecei a ver esse drama por ter como protagonista a Gong Hyo Jin. Em segundo lugar, porque Master's Sun foi meio que uma versão ampliada da temática do filme Chilling Romance (estrelado pela mesma atriz de Personal Taste, Son Ye Jin). Em terceiro lugar, não consegui mais parar de assistir!!

A Gong Hyo Jin e o So Ji Sub tiveram uma química maravilhosa nesse drama. Aliás, é incrível como a Hyo Jin sempre tem química com o seu par romântico. Quem viu It's Okay, That's Love conferiu em todos os aspectos que Hyo Jin e Jo In Sung tiveram uma química indescritível, mas não nos desviemos do foco. Em Master's Sun, Hyo jin e Ji Sub foram ótimos. Enquanto Hyo Jin interpretava a moça estranha que via fantasmas/espíritos, Ji Sub interpretava o CEO do Shopping Kingdom. Mas vamos tentar entender como eles se conheceram.





Joong Won é o tipo de pessoa que não mede esforços para conseguir o que quer. Autoritário e, de certa forma, mimado, pois odeia ser contrariado, Joong Won só acredita naquilo que pode ver e não confia nas outras pessoas. Taeyang vive uma vida miserável e medíocre, sempre se escondendo das pessoas e evitando ao máximo se expor em público. Ela já perdeu diversos empregos e amigos por causa dos seus "sustos" repentinos. A estranha (e maluca) Taeyang e Joong Won se conhecem numa noite super chuvosa, na beira da estrada, numa noite na qual Joong Won tinha acabado de comprar uma propriedade na qual tinha sido advertido pelo dono que sua esposa falecida não queria que o imóvel fosse vendido.

Aos poucos, Taeyang descobre que Joong Won é a única pessoa no mundo que pode lhe ajudar a não ver mais fantasmas, mas Joong Won quer distância dela, até que quando ele se convence de que ela realmente pode ver pessoas mortas, Joong Won a "contrata" para que ela se contacte com o espírito de Cha Hee Jo (Han Bo Reum), para que ela confesse quem são os verdadeiros culpados por seu sequestro há quinze anos atrás e, sobretudo, para descobrir onde está o colar de sua mãe que custa atualmente, aproximadamente, 10 bilhões de won. Em troca disso, Joong Won se "oferece" para ser o esconderijo secreto de Taeyang.





Além do mistério por trás do sequestro de Joong Won, há quinze anos atrás... há outros elementos que me cativaram bastante ao longo da história. Os tios do Joong Won, que eu pensei que seriam uns chatos, me surpreenderam bastante. No final, lá estava eu, super satisfeita com as atuações deles. Joo Sung Ran (interpretada pela Kim Mi Kyung, a mesma que fez a mãe de Cha Eun Sang, em The Heirs, e a mesma que fez a mãe da Ji Hae Soo, em It's Okay, That's Love... uma atriz super versátil... totalmente irreconhecível nesses três papéis), tia de Joong Won, e Do Suk Chul (Lee Jong Won) fizeram o papel do casal mais hilário do drama inteiro.

Suk Chul era mais novo que Sung Ran, mas o amor dos dois era algo bonito de se ver. Confesso que no início, achei que eles seriam dois chatos de galocha: a tia interferindo na vida amorosa e profissional de Joong Won e o tio tentando tomar seu lugar na empresa. Mas com o desenrolar da história, a tia é super amorosa e muito preocupada com o sobrinho, por causa do trauma sofrido por ele depois do sequestro e da morte de Hee Jo. Já o Suk Chul, mesmo não sendo tão bem quisto pelo "sobrinho", deu vários empurrãozinhos para que Joong Won ficasse com a Taeyang. Adorei as cenas em que Suk Chul ficava corrigindo a esposa, que sempre chamava a Gong Sil de Bang Sil... muito hilária a cara que ela fazia para ele quando era censurada...




Além disso, claro, essa série deu espaço ainda para dois casais secundários. Claro que, logo de cara, torci loucamente para que o Kang Woo (Seo In Gook) desistisse de sua paixão platônica pela Taeyang e se apaixonasse pela Tae Yi Ryung (Kim Yoo Ri), antiga rival da Taeyang na escola. Na verdade, a rixa das duas é antiga: o apelido Taeyang quer dizer grande sol, enquanto que Taeyung significava pequeno sol, já que na escola, Gong Sil era a número um da turma e Yi Ryung estava sempre em segundo lugar. No começo, a Yi Ryung só queria humilhar a Taeyang por ela ter acabado com seu casamento e para isso até tenta conquistar o Joong Won, mas não dá certo. Além disso, a Yi Ryung já está super interessada em Kang Woo (embora ela não saiba disso), que a princípio não lhe dá a menor bola... tadinha...

O outro casal, que infelizmente não foi tão explorado assim na história, era formado pela irmã mais velha de Taeyang, Tae Gong Ri (Park Hee Bon) e pelo segurança mais fofoqueiro do shopping Kingdom, Lee Han Joo (Lee Jae Won). A Gong Ri era gerente de uma das cafeterias do Kingdom e qual é o melhor lugar para se encontrar alguém para conversar? Lá! Han Joo era meio que um espião e espalhou várias fofocas sobre o Presidente e Gong Sil. Mas algumas dessas fofocas eram bem ferinas o que fez com que Gong Ri quisesse descobrir quem era esse boca-grande para puni-lo... ela até descobre que Han Joo é o delator... mas os dois meio que já estão completamente envolvidos e acaba sendo bem fofo os dois juntos.






Além dos dois casais secundários, merece destaque um personagem super fofo! Gente, o que era aquilo? O secretário Kim Gwi Do (Choi Jung Woo) era super hilário. A princípio, acreditei que ele não teria tanta participação na história, por vê-lo apenas como o motorista, mas ao longo dos episódios, ele é praticamente quase tudo, ou como diria o Joong Won, o gravador dele. Mas o secretário Kim, assim como a maioria dos personagens principais, esconde um segredo avassalador do passado de Joong Won... mas também é a descoberta desse segredo que faz toda a diferença para o desdobramento do mistério sobre o sequestro do presidente.

Mas deixando isso de lado, mais cupido e alcoviteiro do que o secretário Kim nesse drama não teve. Ele armava situações e fazia insinuações tão perturbadoras apenas no intuito de fazer com Joong Won fosse não só uma pessoa melhor, mas também que se livrasse da "maldição" da Hee Joo e assumisse logo a sua paixão pela Gong Sil. Adorei esse personagem!! Ele foi um dos meus preferidos do drama inteiro.





Apesar de o drama ter sido ótimo, após fazer um balanço geral, ainda assim houve momentos em que o drama perdeu um pouco do seu ritmo. Depois de assistir a Marriage not Dating e do trágico episódio 12, passei a acreditar que os episódios 12 dos dramas são "perigosos". Vou explicar, na postagem de Marriage not Dating, para mim, o episódio 12 foi um dos mais angustiantes e dramáticos do drama todo, o que me causou uma sensação de tristeza e raiva ao mesmo tempo: como assim??? Tudo ia tão bem, por quê?!! Então, comecei a temer, digamos assim, o episódio 12 de todos os dramas que tenho assistido desde então.

E isso se confirmou com Master's Sun e com Pinocchio (drama que estou assistindo no momento). O episódio 12 de Master's Sun, além de ser muito tenso e dramático, faz você quase ter um colapso nervoso... e aquele final? Gente... eu quase me acabava de chorar assistindo a esse episódio. E o desdobramento? Achei um tanto quanto enfadonho e super dramático. Não sei por que esticaram o k-drama em mais um ou dois episódios. Na minha opinião, totalmente desnecessário. O drama deveria ter acabado após ser descoberta a relação da misteriosa Hanna Brown/Cha Han Na (Hwang Sun Hee) com o passado de Joong Won e com a falecida Hee Joo.





O drama vale super a pena ser assistido... mas na minha opinião, terem esticado o drama em mais alguns episódios foi enfadonho e, a meu ver, fez com que o drama perdesse um pouco do ritmo que emplacara desde o primeiro episódio. As cenas cômicas entre Joong Won e Taeyang cederam lugar a cenas dramáticas e à muita enrolação por parte da Taeyang, que por se sentir culpada optou por não mais se aproximar do presidente. Ah, mas uma das coisas que também vale super a pena de conferir nesse drama, é a história da ovelha e do lobo... essa analogia casou tão perfeitamente com a história... eu entendi a finalidade do episódio 12... mas mesmo assim, o final poderia ter sido menos enrolão.

Chegando ao final da postagem, que eu prometi que não seria muito extensa (mas prometo que vale a pena tudo o que está aí), não pude deixar de postar imagens bônus de episódios variados e, claro, muitas e muitas imagens da Taeyang com o Joong Won... e vamos e convenhamos, eu não conhecia o Ji Sub, mas já me apaixonei por ele... para começar com as imagens, resolvi postar o gesto "clássico" (marca registrada) do presidente para mandar a Gong Sil ir embora... Vou sentir muitas saudades desses dois... lembrando que no início, o presidente não queria sequer ver a Taeyang na sua frente, quem dirá tocando nele... (risos).





Mais fotos do Joong Won com a Gong Sil.... gente, não tem como não shippar esses dois... tanto que eles viraram namorados na vida real depois que o drama acabou... mas confesso que não sei se eles ainda estão juntos, porque depois de todos aqueles beijos de tirar o fôlego com o Jo In Sung em It's Okay, That's Love, eu desejei imensamente que eles virassem namorados na vida real... mas... enfim... é muita sorte da Hyo Jin protagonizar ao lado desses dois gatos *---*



Esse episódio foi super engraçado... A cara do Joong Won odiando aquela cena, mas depois ele se empola tanto que acaba cantando canções super fofas para um menininho fantasma... gente... vocês precisam assistir a esse drama... A química entre esses dois é forte... só é uma pena que não tenha tido tantas cenas de beijo assim... mas o contato físico constante dos dois, os quase beijos e os milhões de abraços fora os momentos em que a Taeyang era possuída por algum espírito... minna... valem pelo drama inteiro... Até a próxima, amores e não deixem de assistir. Recomendo... Ja ne!!





Química dentro e fora das telinhas...





K-Drama legendado em português:
Scans:
Fóruns: Fighting Fansub; Kingdom Fansub (necessitam cadastro); SamShik Fansub
Ver online: DramaFever; Viki

Entenda porque os links foram removidos

2 comentários:

  1. Achei interessante, vou ver com certeza.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Veja... você vai gostar muito... mesmo tendo receio de histórias com espíritos, acabei me apaixonando pelos personagens... Espero seu feedback assim que terminar de ver... Espero que goste ;)

      Excluir

Yooooo, Minnaaaa.... arigatou pela leitura... Comentem caso vocês tenham gostado dessa postagem... Caso postem comentários que não tenham nada a ver com o conteúdo do blog ou comentários ofensivos, os mesmos serão excluídos. Kissu...

 

AniMangá House Template by Ipietoon Cute Blog Design