sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Le Jun Kai (C-Drama)

Minna... comecei a ver esse drama ontem de noite e, simplesmente, não consegui mais parar de assistir!! É uma drama envolvente que te prende do início ao fim... você só para de ver no último episódio e com o coração super pequenininho de saudade já... apesar de alguns detalhes meio tensos e difíceis de engolir, Le Jun Kai é um ótimo drama para quem curte histórias de amor e vingança (mais vingança do que amor, nesse caso - risos).

Título: 乐俊凯/ Lok Zeon Hoi/ Li Jun Kai/ Unconditional Love
Direção/ Roteiro: Fei Wo Si Cun/ Li Jun
Gênero: Ação, Drama, Romance, Tragédia, Vingança, Violência
Publicação: C-Drama - 9 episódios (2013)
Nota♥♥♥♥

Le Jun Kai, drama chinês (2013)

Sinopse: Le Jun Kai (Peter Ho) acredita piamente que o assassino de sua esposa Xiao Kai é Li Mo Hui, pai da bela Li Ye Zi (Janine Chang). Cego pelo desejo de vingança, Jin Kai seduz Ye Zi e se casa com ela. No entanto, seu ódio faz com ele mate o sogro e transforme a vida da atual esposa num inferno. A verdade é que Jun Kai se apaixona por Ye Zi, mas com medo de que não consiga controlar esse amor, ele faz com ela assine o pedido de divórcio. Entretanto, anos mais tarde, ele reencontra Ye Zi e descobre que ela criou sozinha o filho deles, Tian Tian.

Le Jun Kai é baseado numa webnovel de mesmo nome da escritora chinesa Fei Wo Si Cun. Fei é conhecida por suas histórias trágicas quase sempre envolvendo vingança. O drama foi extremamente fiel à tragédia de Fei, o que para muitas pessoas pode ser um caso de amor ou de ódio, sem meios termos. Ou ama-se essa história, ou odeia-se. Eu, particularmente, amei. Mas confesso que muitas partes do drama me incomodaram pacas.



A Ye Zi é muito sofrida e submissa. Enquanto era casada com Jun Kai comia o pão que o diabo amassou. Depois que se divorciou dele, continuou comendo o pão que o diabo amassou morando numa vila super pobre e trabalhando num salão de beleza no qual a patroa é uma bruxa. A única pessoa que ajuda Ye Zi e Tian Tian nas dificuldades é a colega de trabalho de Ye Zi, Qiao Jie (Wang Jing Luan).

Em contrapartida, quando Jun Kai descobre que Ye Zi não desapareceu de vez, apesar de não admitir amá-la, ele pede que seu "irmão", Guo Wen (Zheng Long) fique de olho nela para protegê-la de Lei Lun (Fan Hao Lun). Na verdade, eu não sei o que Guo Wen é de Jun Kai, no início, pensei que fosse apenas seu braço direito, mas nos últimos episódios, ele é chamado de irmão e trata Xiao An (Jiang Yi Jia), irmã de Jun Kai, com bastante familiaridade (mas acho que Xiao An se trata da cunhada de Jun Kai, já que pelo nome ela só pode ser irmã de sua falecida esposa).




Le Jun Kai é um minidrama chinês. O fato de ser um minidrama me instigou a acompanhar essa história, mas a questão é que os capítulos são muito curtos (mais ou menos 15 minutos de duração) e, não sei se é hábito meu, mas eu senti muita falta de mais tempo para desenvolver detalhes da história. Uma curiosidade interessante sobre esse drama é que mesmo sendo um drama chinês, os atores não são chineses, mas sim taiwaneses. Apesar de falarem mandarim, por causa do sotaque dos atores taiwaneses, o drama foi dublado.

Sabe-se que Jun Kai e Ye Zi foram casados (não se sabe por quanto tempo, mas tempo suficiente para ter sido um inferno para ela). Jun Kai maltratava a esposa e ainda levava prostitutas para dentro de casa. Ye Zi engravida de Jun Kai, mas este a obriga a abortar. Ela aborta o primeiro filho. Quando Jun Kai percebe que não consegue mais esconder o que sente de verdade por Ye Zi, ele a faz assinar os papéis do divórcio no dia do aniversário dela. Só que ela já estava grávida de Tian Tian quando eles se divorciaram.



Cinco anos depois, Ye Zi vive com o filho numa casa pobre e para sustentá-los precisa trabalhar duro. Tian Tian passa o dia todo sozinho em casa e não há vizinhos legais para olhá-lo de vez em quando (aliás, nem parece ter vizinhos onde eles moram). Ye Zi perdeu uma vida de luxo, mas não se abateu. Ela não tem vergonha de se humilhar se for o caso para conseguir o melhor para Tian Tian e não mede esforços em trabalhar duro. No entanto, é bastante submissa e aceita humilhações calada, já que ama perdidamente o cara que passou a vida toda lhe maltratando (confesso que isso me incomodou muito... eu ficava pensando, como assim?!! Como essa mulher pode amar um cara desses?!! Esse cara matou seu pai!!).

Mas enfim... não consegui odiá-la, mas não posso dizer que gosto dessa personagem sem nenhuma autoestima ou amor próprio. Mesmo que ao longo do drama seja mostrado o porquê de Jun Kai tratar Ye Zi de forma tão cruel, ele faz isso da forma mais injusta do mundo, porque quem ele acreditava ter matado Xiao Kai, na verdade, era inocente (mas isso só é descoberto no último episódio). Logo, Ye Zi nunca mereceu passar pelo que passou e muito menos seu pai merecia ter morrido do jeito que morreu.




O vilão da história, Lei Lun é um cara muito ambicioso. É também o tipo de pessoa capaz de qualquer coisa para conseguir o que quer. Nesse ínterim, ele sequestra Tian Tian. Mas a situação já estava sob controle quando Ye Zi aparece do nada e tudo vira uma bosta. Para quem gosta ou espera por finais felizes, já adianto, que o final pode ser feliz para alguns e péssimo para outros. Eu, particularmente, gostei muito do desenrolar da história. Não consegui gostar do Jun Kai, mas também não cheguei a odiá-lo, Peter Ho é um ótimo ator e a sua atuação como Jun Kai foi muito boa, de fato, merecia todos os prêmios pelo papel.

Le Jun Kai é uma drama sobre vingança e ao longo do drama há algumas cenas violentas que podem ser incômodas para algumas pessoas. Já no primeiro episódio, Jun Kai aparece apanhando dos capangas de Lei Lun, enquanto está caído no chão. No dois últimos episódios, vemos um Jun Kai redimido, que sofre todas as penas que inflingiu a Ye Zi (gostei muito da forma como isso foi trabalhado) para depois todo o martírio culminar na sua declaração sincera de amor para a ex-esposa. Foi muito lindo isso... Finais trágicos podem ser incríveis...




Para quem gosta de histórias sobre vingança,
Le Jun Kai é uma ótima opção. Jun Kai passa parte da sua vida atrás de vingança, embora tenha magoado pessoas inocentes, ele não admite suas fraquezas. Dois personagens interessantíssimos, mas que pouco apareceram ao longo do drama são Xiao An, irmã de Jun Kai e Guo Wen. Eles são personagens que amenizam as cenas tensas do drama. Guo Wen ajuda Ye Zi quando Tian Tian se acidenta em casa por estar sozinho e Xiao An é a pessoa que tenta puxar Jun Kai para a realidade. Xiao An é bem realista e sempre lança perguntas para o irmão do tipo "Você não acha que o que você fez a Ye Zi passar já não foi o suficiente?" e ela é a única que consegue ver que Jun Kai foi o responsável por afastar sua felicidade dele mesmo.

Algumas coisas não foram explicadas na história do drama, como por exemplo, o motivo da morte de Xiao Kai. Além disso, quem era Jun Kai antes de se tornar o CEO de uma grande empresa? Esses detalhes meio que foram ignorados e, na minha humilde opinião, deveriam ser explicados. No mais, acho que o drama foi satisfatório em sua proposta: vingança, romance, família, tragédia. Gostei muito desse drama, inclusive, a trilha sonora é muito perfeita!! Super recomendo que vocês assistam, só aconselho que antes de assistirem estejam cientes de que finais trágicos podem ser incríveis. Até a próxima, minna!! Espero que tenham gostado da postagem. Ja ne...




C-Drama legendado em português:
Fansub: Doramas Obsession; Meteor Dramas; Why Why Dramas (necessitam cadastro)
Ver online: Viki

 Entenda porque os links foram removidos

0 comentários:

Postar um comentário

Yooooo, Minnaaaa.... arigatou pela leitura... Comentem caso vocês tenham gostado dessa postagem... Caso postem comentários que não tenham nada a ver com o conteúdo do blog ou comentários ofensivos, os mesmos serão excluídos. Kissu...

 

AniMangá House Template by Ipietoon Cute Blog Design