quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Tobenai Tori

Esse mangá me chamou a atenção porque pelo traço logo reconheci que era da Mitsuha Yuu, a mesma que escreveu Momoiro Renka... Acho que depois que você vira fã de algumas mangakás, isso vai ficando mais fácil com o tempo, como por exemplo, identificar obras de Yazawa Ai e de Souryou Fuyumi só pelo traço... Como gostei de Momoiro Renka, resolvi dar uma chance a esse mangá e digamos que a história se trata de um shoujo não muito convencional... Mas isso não é de nenhuma forma algo negativo, só não estamos tratando de um shoujo bobinho...

Título: とべない鳥/ Tobenai Tori/ Fallen Angel (Anjo caído)
Mangaká: Mitsuha Yuu
Gênero: Drama, Psicológico, Romance, School Life, Shoujo, Slice of Life
Outros Títulos: Momoiro Renka (2009)
Publicação: Mangá - 1 volume (2008)

Tobenai Tori, da mangaká Mitsuha Yuu (2008)

Sinopse: Aoi Mizuki e Kaoru Taki são amigos desde crianças e juntos fizeram a promessa de conhecerem um jardim com flores. Mas devido a acontecimentos diversos, a família de Aoi se muda de Nagoya e vai morar em Tóquio. Após ser abusada por um antigo professor seu, Aoi passa a ter uma vida promíscua até que reencontra Kaoru. A vida dos dois mudará depois desse reencontro? Será que um grande amor de infância pode vencer todas as barreiras?



Antes de começar a falar sobre esse mangá, vou fazer um alerta. Sei que esse blog não é feminista nem possui conteúdos feministas. Mas como em qualquer situação, é importante avisar que o tema estupro é tratado no mangá (meio implicitamente, mas é). Sei que para algumas pessoas pode ser besteira, mas quem já passou por isso sabe da importância de se alertar isso antes. Avisos feitos, vamos à história.

Aoi foi abusada pelo seu professor da secundária e, desde então, fez o que a maioria das vítimas faz, achou que a culpa era sua e se isolou do mundo. Por causa desse episódio, ela começa a viver uma vida infeliz se submetendo a condições bastante humilhantes: spoiler - Aoi começa a se prostituir e é sempre vista saindo com caras mais velhos -  fim do spoiler. Mas numa de suas saídas noturnas, ela encontra seu antigo amigo de infância, Kaoru. Sem acreditar nos seus próprios olhos e se achando a pessoa mais indigna do mundo, ela finge não conhecê-lo e vai embora.




É bastante comum nos mangás shoujo, quando uma guria é estuprada ou acaba se prostituindo achar-se impura e indigna e que merece sempre o pior (leia Deep Love - Ayu no Monogatari). Particularmente, acho isso bastante negativo. Muitas meninas que passam por isso só vão se sentir cada vez mais sujas e imundas... enquanto os caras, podem fazer isso à vontade e nunca se sentirão impuros nem indignos. Enfim... Tobenai Tori trata de questões bastante maduras, como abuso, por exemplo. Além disso, vemos dois adolescentes decidindo fugir de casa para ficarem juntos (o que nem em Toradora! deu certo).

Outra coisa sobre esse mangá é que eu acho profundamente que a Mitsuha Yuu deve ter alguma obsessão ou fixação por facas ou objetos cortantes, ela adora fazer com que seus personagens utilizem isso em suas histórias. Sempre em momentos de vingança. Talvez seja uma característica dela, em especial. Além dos traços bonitos, muito bonitos mesmo, a história é consistente e tem um final bastante satisfatório, digamos que é um final digno: um pouco de superação e doses de felicidade merecida.




Além da história principal, o mangá traz dois extras. O primeiro extra mostra Kaoru na sua escola com os seus amigos Katou e Ayane. Nessa história, Ayane se apaixona por Kaoru e mesmo sendo um amor não correspondido, a história é muito, muito fofa! Já o segundo extra, traz uma história à parte. Saitou Kiriko é flagrada chorando por causa de um ex namorado que a traía. Yanagimoto Ryouhei a consola e a partir daí surge uma amizade... mas será mesmo que Kiriko e Yanagi-san nasceram para serem apenas bons amigos?

Recomendo a leitura do mangá. Gostei da forma como a história foi desenvolvida e do final dado a cada personagem. Mesmo sendo briguento, Kaoru é um rapaz doce e gentil. Aoi sempre foi calada e introspectiva, mas ela tem uma evolução bastante interessante ao longo da história. No mais, é isso, minna... recomendo que leiam e se divirtam. Tobenai Tori é uma história agradável, embora forte, mas para quem já leu Momoiro Renka deve ter uma noção de que esse estilo meio ácido e cruel é uma possível característica do trabalho da Mitsuha Yuu.



Mangá em português-PT:
Scan: Fascínio Asiático
Ler online: Batoto; Central de Mangás; Union Mangás

Entenda porque os links foram removidos

0 comentários:

Postar um comentário

Yooooo, Minnaaaa.... arigatou pela leitura... Comentem caso vocês tenham gostado dessa postagem... Caso postem comentários que não tenham nada a ver com o conteúdo do blog ou comentários ofensivos, os mesmos serão excluídos. Kissu...

 

AniMangá House Template by Ipietoon Cute Blog Design