quarta-feira, 4 de junho de 2014

Crayon Days

E como eu tinha falado antes, estou dando continuidade à minha maratona particular: ler mangás da Chiba Kozue-senpai. O que acabei de ler recentemente é perfeitamente lindo!! Posso até dizer que virou um dos meus favoritos!!

Título: くれよん・でいず~大キライなアイツ~/ Crayon Days: Daikirai na Aitsu/ Crayon Days
Mangaká: Chiba Kozue
Gênero: Comédia, Drama, Romance, School Life, Shoujo
Outros Títulos: 24 Colors (2008); 7 Genme wa Himitsu (2006); Hidarite no Love Letter (2009); Kare no Yubisaki (2013); Gyutto Shite Chuu (2008); Yoru no Gakkou he Oide Yo! (2007)
Publicação: Mangá - 4 volumes (2011)


Crayon Days, da mangaká Chiba Kozue (2011)

Sinopse: Ichinose Shima é rejeitada por Tanaka-kun (que nem sequer sabia o nome dela) e decide ir estudar na renomada escola de artes Aoba, em Tóquio. Shima vai na esperança de ser uma pessoa totalmente diferente lá, mas descobre que ser especial é algo muito mais difícil do que ela imaginava. Principalmente depois que ela conhece o excêntrico Saji Akatsuki.

Apesar de ser um shoujo, a Shima é uma personagem determinada e decidida. Sua capacidade de fazer qualquer coisa é impressionante. Claro, que em alguns momentos ela depende do carinha lá, mas vamos e convenhamos, né, minna, ainda é um shoujo (risos).

Eu adorei a Shima!! E o Saji também. E até, de certa forma, a ex abelhuda do Saji, a Kiriya Touko. Assim como o Saji, ela também é excêntrica e genial! E quando ocorre o Festival da Academia Aoba? Maravilhoso o que acontece, confesso que era meio esperado, mas como bons conhecedores dos nipônicos, nada de grandioso pode vir se não tiver esforço. E a nossa querida Shima se esforça bastante para ter a recompensa merecida. Inclusive, despertando em Touko o medo de ser "derrotada".

Rei, Shima e Saji.
Os demais personagens da trama são bens interessantes apesar de que eles aparecem muito pouco, como é o caso das amigas de Shima: Sarasa Andou e Kisaragi Sena. A história dá a entender que as duas são namoradas e, inclusive, quando a Shima chega na escola, ela conhece Sena e pensa que ela é um garoto e quase infarta quando descobre que ela era a namorada de outra garota. (A Shima é do interior do Japão e acha tudo em Tóquio diferente).

Outro personagem que eu achei legal foi o Inohara Rei. Apesar de morrer de ciúmes e de sentir inveja de Saji, ele realmente se apaixona por Shima, mas nada de tão dramático acontece aí, não tem aqueles triângulos amorosos que você fica ansiosa torcendo para que a mocinha fique com o carinha legal e no final ela fica com o cafajeste, mas tudo bem, não tem isso em Crayon Days, o Innochi (como ele é chamado por Shima) lembra muito o Kent, de Kimi ni Todoke (não na aparência, mas na personalidade).

E para finalizar, achei super kawaii a bichinho de estimação da Shima, uma papagaio fêmea? Uma pintinha? Uma o quê? Não sei, mas a Mayu é uma avezinha super fofa, parece uma pomba em miniatura, mas é a melhor companheira de Shima desde a cidade do interior.

Mais do que recomendo a leitura de Crayon Days, é uma história divertida e super deliciosa, a cada capítulo a vontade de continuar lendo é sem parar. Acho importante mangás que trazem heroínas mais seguras e confiantes de si mesmas e que se mostram extremamente talentosas e amáveis ao longo da história. Sem mencionar que os traços da Kozue-senpai são extremamente lindos!!



Mangá em português:

0 comentários:

Postar um comentário

Yooooo, Minnaaaa.... arigatou pela leitura... Comentem caso vocês tenham gostado dessa postagem... Caso postem comentários que não tenham nada a ver com o conteúdo do blog ou comentários ofensivos, os mesmos serão excluídos. Kissu...

 

AniMangá House Template by Ipietoon Cute Blog Design