quarta-feira, 25 de junho de 2014

Lie to Me (K-Drama)

Sobre Lie to Me, eu já fiz uma postagem antes falando sobre o primeiro episódio, mas só agora resolvi criar coragem para assistir aos demais capítulos... Minna, estou viciada, quase não dormi hoje só assistindo aos episódios, quanto mais você assiste, mais você quer assistir... (essa era eu quando comecei a assistir ao drama, mas fiquei muito chateada quando cheguei na metade dele...)

Título: 내게 거짓말을 해봐 / Naege Geojitmaleul Haebwa/ Lie to Me/ Try Lying to Me/ Sweet Scandal
Direção: Kim Su Ryong, Kwon Hyuk Chan
Roteiro: Choi Yoon Jung/ Kim Ye Ri
Gênero: Chaebol, Comédia, Drama, Romance
Publicação: K-Drama - 16 episódios (SBS | 2011)
Nota♥♥♥

Lie to Me, drama coreano (2011)

Sinopse: Gong Ah Jung (Yoon Eun Hye) é uma funcionária do Ministério da Cultura que se envolve numa grande rede de mentiras ao reencontrar uma antiga colega de escola, Yoo So Ran (Hong Soo Hyun), que "roubara" seu antigo amor de faculdade, Chun Jae Bun, vulgo Sunbae (Ryu Seung Soo). Ah Jung acaba mentindo para essa amiga dizendo também estar casada, entretanto, o respectivo marido nem sequer imagina que está casado, pior, nem Ah Jung sabe quem ele é e muito menos que ele é super rico. Quando Hyun Ki Jun (Kang Ji Hwan) descobre que "está casado" começa a corrida para desfazer essa mentira.

Quem pensa que uma mentirinha de nada não faz mal a ninguém, precisa assistir a esse drama. Certamente, mudará de ideia (risos). Lie to Me traz uma história que começa com uma mentira e como toda mentira grande, se espalha mais rápido do que quando foi dita. Depois que a mentira se espalhou quase como na velocidade da luz, Gong Ah Jung se viu em apuros: agora eu sou casada, mas cadê meu marido? Como fazer So Ran acreditar e deixá-la em paz?

Até o episódio 8 mais ou menos, a história é super envolvente e viciante, mas coincidentemente quando Ah Jung corta o cabelo, provavelmente foi o momento em que houve a troca de roteiristas (bem no meio da série) e é super perceptível a troca pela gritante quebra do ritmo da trama. Enquanto que antes, Lie to Me era cheio de emoção a cada cena, a série acabou se tornando monótona em alguns episódios, cheia de desencontros e mal-entendidos, na minha opinião, super desnecessários. Sinceramente, eu gostei bem mais da primeira metade da série do que do final dela.


Ah Jung tentando convencer Ki Jun a emprestar sua casa para ela fazer o chá de panelas para as amigas.

Lie to Me prometia ser "a história". Tinha tudo para isso, mas infelizmente, não sei se valeria a pena assistir novamente esse drama. A história perdeu muito do seu ritmo brilhante, que tornava a série dinâmica, divertida, uma grande comédia mesmo, sem mencionar os beijos de tirar o fôlego, coisa que nós sabemos ser muito rara em k-dramas, mas depois da troca de roteiristas, tudo isso mudou, ao invés de ser uma comédia, virou mais um drama cheio de cenas redundantes, sempre girando em círculos e sem despertar mais a mesma emoção de antes.

Duas coisas desnecessárias que posso citar são: a chata da So Ran, amiga de Ah Jung. A mulher é uma dondoca que não faz nada além de fofocar e se importar com a vida da nossa heroína. So Ran vive em função de Ah Jung sem falar que é uma invejosa. Outra coisa também detestável com relação a So Ran, é ela perdoar todas as safadezas de Jae Bun, seu marido. Tem uma hora em que ele parece ter se "endireitado", mas quando ela dá a notícia de que está grávida ele está flertando com outras mulheres!! Fiquei chocada... e tentando entender. Isso é o quê? Um tipo de punição por ela ser uma amiga ruim e viver de aparências? Mas o único maior pecado dela é viver de aparências, porque mesmo sendo chata, ela ainda de alguma forma, gosta de Ah Jung.


So Ran e Jae Bun.

Outra personagem que me deu nos nervos foi a sem noção da Oh Yoon Joo (Jo Yoon Hee), ex namorada de Ki Jun. Depois que ela voltou para a Coreia foi apenas para fazer raiva. A garota é tão sem noção que ela não aceita o fato de Ki Jun ter mudado e de não gostar mais dela depois de três anos, ela é tão surreal que até spoiler tenta suicídio para chamar a atenção dele fim do spoiler. Mas apesar disso, ela não tem um final apropriado, simplesmente ela volta para a França e pronto. Ok, tudo bem, mas ela poderia ter superado o fim do namoro. Enfim, ela só queria que Ki Jun ainda fosse o mesmo Ki Jun de há três anos atrás, mas ela não entrou no pacote dos personagens com final.


Yoon Joo.

Além disso, para manter o super clichê do drama, temos o Sang Hee (Sung Joo), irmão mais novo de Ki Jun, o pivô do fim do relacionamento do irmão com Yoon Joo. Sang Hee é a "fada madrinha" de Ah Jung, é ele quem a ajuda a manter a farsa de estar casada com Ki Jun, mas é claro, ele também se apaixona por ela, quase repetindo a mesma sina de antes, quando se apaixonou por Yoon Joo e por sua causa, Ki Jun preferiu terminar o noivado com Yoon Joo. Seria quase uma história que se repete, mas ainda bem que isso não aconteceu, seria demais. Além disso, Sang Hee poderia ser bem melhor aproveitado na história, até porque tem episódios em que ele some, como se não fosse um personagem necessário e pior, ele deixou de ser a fada madrinha da Ah Jung. Enfim, também não gostei disso, ele merecia sim um final apropriado, afinal, ele era um fofo!


Sang Hee, seu lindo, vem ni mim!! >_<

Mas apesar das críticas, vamos aos elogios. A Yoon Eun Hye é perfeitamente uma fofa! Suas cenas de choro foram as mais emocionantes, sem falar que a sua personagem, Ah Jung, era uma personagem forte, independente e honesta. Apesar das mentiras que cada vez mais ela tinha que contar uma atrás da outra para manter a primeira, ela era super fofa! Além disso, quem não ama assistir k-dramas nos quais um chaebol se apaixona pela mocinha menos rica do que ele. No caso de Ah Jung, ela não era uma pobrezinha qualquer, até porque ela era uma funcionária civil. E tinha carro próprio.

Outra coisa super legal foram as cenas de beijo. A primeira foi de tirar o fôlego e sem mencionar que foi na frente de várias pessoas. Se alguém não soube, devo mencionar que na Coreia, isso gerou grande repercussão incluindo críticas de jornais e revistas por causas das cenas "super calientes" entre Eun Hye e Ji Hwan (isso porque eles nunca assistiram a uma novela da globo, aí eles iam ver o que seriam cenas "super calientes"), mas só reforçando para quem não entendeu, que cenas calientes para a Coreia são cenas impróprias, tá?


Primeira cena de beijo dos dois: simplesmente perfeita!!

Já a segunda cena de beijo, foi um beijo duplo, isso depois de Ki Jun demonstrar estar apaixonado por Ah Jung. Ele a engana e a faz se molhar toda com coca-cola, sabe aquelas cenas típicas em que os dois ficam brincando entre si e quando percebem já estão envolvidos por uma aura de pegação total? Pois é.... É o que acontece depois do banho de coca-cola... Ainnn..... cenas tão perfeitas, uma pena elas não se repetirem mais no drama em diante...





Entretanto, na segunda metade do k-drama, as cenas de beijo se resumiram a selinhos e beijos interrompidos antes de acontecerem. Ou seja, se algo já tinha começado com beijos calientes, se resumir a selinhos e interrupções, mostra uma decaída drástica e meio que na minha opinião, um insulto para a inteligência de quem estava assistindo e acompanhando o drama desde o início.




Outra coisa que também gostei no drama foram os personagens Park Hoon (Kwon Yul), secretário de Ki Jun e Park Yoon (Park Ji Yoon) amiga de Ki Jun e gerente do World Hotel. Mas apesar dos dois serem bem interessantes na trama, não entendi qual era a real vibe de Park Yoon. Tinham cenas em que ela parecia estar apaixonada por Ki Jun... mas ela acabou se saindo como uma personagem camaleoa. Uma pena, porque a personagem da Park Ji Yoon poderia ter sido bem melhor desenvolvida na trama.





(Na cena do gif acima, Park Hoon convence Ki Jun a assistir a um filme romântico com ele. No início, Ki Jun se recusa, mas Park Hoon usa de chantagem emocional para convencê-lo. O filme a que eles assistem é o mesmo que Ki Jun assiste quando vai ao cinema com Ah Jung. Para quem ficou curioso querendo saber qual filme eles estavam assistindo, o filme é Jane Eyre, baseado no livro homônimo da escritora inglesa Charlotte Brontë).




Outros personagens também ajudaram a fazer de Lie to Me um drama cômico, como o pai de Ah Jung, o professor Gong Joon Ho (Kang Shin Il) e os seus torneios malucos sempre desafiando o Ki Jun para ver quem bebe mais soju e aguentar ficar de pé, além do seu relacionamento indefinido com a senhorita Shim Ae Kyung (Lee Kyung Jin), relacionamento indefinido que faz o "pobre" do Seok Bong (Kwon Hae Hyo) ver navios...

Apesar dos pesares, e apesar da grande demora da Ah Jung em relação a tomar uma importante decisão (o que de certa forma, foi bom, mas demorou demais mesmo), o final é super fofo e romântico, além disso, para quem gosta de histórias com fartura, em Lie to Me não falta bebida e comida, em quase todas as cenas, os personagens ou estão comendo, ou bebendo ou os dois juntos. Outra coisa muito legal, é que Ah Jung é bem independente, claro, na medida do possível e em relação à maioria das personagens de k-dramas, isso fica mais evidente quando spoiler quando ela faz de tudo para conseguir seu emprego de volta ao invés de ser apenas a namorada de um chaebol fim do spoiler. De fato, os dois últimos episódios ajudam a superar toda a decepção de uma trama que começou bem, depois ficou sem graça e acabou encontrando um final emocionante.




K-Drama legendado em português:
Fansub: Asian Team; Kdrama SarangS2; Ohayo Dramas; Yö Fansub (sem link)
Ver online: Dopeka; DramaFever; Viki

 Entenda porque os links foram removidos

0 comentários:

Postar um comentário

Yooooo, Minnaaaa.... arigatou pela leitura... Comentem caso vocês tenham gostado dessa postagem... Caso postem comentários que não tenham nada a ver com o conteúdo do blog ou comentários ofensivos, os mesmos serão excluídos. Kissu...

 

AniMangá House Template by Ipietoon Cute Blog Design