sábado, 7 de junho de 2014

Ai Hime ~ Ai to Himegoto ~

A menina conhece um cara e se sente atraída por ele. Pensando que nunca mais o veria, Mao se surpreende ao descobrir que ele fará parte da sua vida de uma forma que ela nem esperava.

Título: あい・ひめ~愛と秘めごと~/ Ai Hime ~ Ai to Himegoto ~/ Ai Hime - Love and Secret
Mangaká: Mitsuki Kako
Gênero: Cotidiano, Incesto, Romance, Shoujo, Smut
Outros Títulos: Itsuka no Tsuki de Aimashou (2012); Sora Log (2008)
Publicação: Mangá - 3 volumes (2006)

Ai Hime, da mangaká Mitsuki Kako (2006)

Sinopse: Maohime Takagi tem uma péssima relação com seus pais. Não é que eles vivam brigando, mas eles nunca estão em casa e ela se sente super sozinha. Mesmo no dia em que seus pais viajariam, eles não apareceram para o último almoço em família. Entediada, Mao segue um gatinho que vê na rua e acaba encontrando um rapaz dormindo embaixo de uma árvore. Mao fica intrigada com aquele rapaz deitado ali e acaba acordando-o, assustada, ela tenta fugir, mas o rapaz a alcança e a beija. Quem será esse misterioso rapaz e por que Mao não consegue parar de pensar nele?

A história é super interessante e vai se desenvolvendo de forma bem espontânea, sem pressa ou retardo. Os traços não são os mais bonitos de todos, mas o que interessa mesmo é a história. Mao e o misterioso rapaz que estava dormindo embaixo de uma árvore acabam descobrindo que suas vidas de alguma forma estarão interligadas. Ainnn.... não posso contar mais detalhes, se não estrago a supresa!! Já no primeiro volume do mangá, Mao descobre quem é o tão misterioso rapaz, seu nome é Jinya e ele trabalha em um hotel carérrimo, mas é só isso o que posso dizer (risos).

Jin e Mao.
Os personagens que aparecem na história são bem divertidos, sobretudo, a Shouko Mori (ex-namorada do Jin e sua chefe no trabalho) e Takigawa Satoru ("melhor" amigo de Jin e colega de trabalho seu). Os dois juntos são uns demônios e apesar de nem sempre parecer, por parte do Satoru, claro, eles tentam ajudar no relacionamento de Jin e Mao (sim, eles começam a namorar, mas isso é uma longa e divertida história). Ainda mais porque (e lá vem spoiler!!): ninguém pode saber disso.(fim do spoiler).

Os pais da Mao é que mal aparecem, A Mako (mãe) e o Hajime (pai) vivem viajando e quando reaparecem é algo bem rápido, tipo, apenas um capítulo, mas apesar disso, eles amam muito sua filha e têm que trabalhar muito para garantir um bom futuro para ela, já que os pais de Mao fugiram quando eram jovens demais, antes de concluírem o colegial? Antes de entrarem em alguma faculdade? Isso não fica claro na história do mangá.

As cenas de beijo são lindas, os momentos dos dois juntos são aqueles de tirar o fôlego, é tipo como estar lendo um smut só que "super" leve... foi essa a impressão que tive. As cenas dos dois juntos são muito legais, só me incomoda que o Jin não largue aquele cigarro, mas enfim... Outra coisa legal, é que as cenas de beijo são bem generosas, diferentes de alguns mangás que a gente conhece, como Kimi ni Todoke, que para vermos uma cena de beijo entre Sawako e Kazehaya temos que esperar até o volume 17! Mas enfim... Em Ai Hime isso não acontece e outra coisa legal, pela primeira vez, eu percebi que um personagem de mangá é canhoto!! Ownnn, o Jin é canhoto e eu só vim perceber isso no capítulo 12 do volume 3! Quase no fim já... (risos).


Jin é mais velho do que Mao sete anos!! A razão disso você só vai descobrir quando ler a história... Essa coisa de ser mais velho, me lembrou muito outra história que eu já li Faster than a Kiss, mas obviamente, o Jin não é tão respeitoso quanto o Ojiro é em relação à Kaji, o Jin é mais atrevido, e ui!, isso é ótimo, porque fica cada vez mais emocionante e você sempre espera por mais... \\o

Outra coisa é a aparição do Takigawa na história, ele é daqueles personagens que ameaçam tomar a mocinha do carinha, mas é só blefe, ele sabe que não tem chances, mas é tão divertido ver o Jin com ciúmes da Mao.... Ele me lembrou o personagem Kent, de Kimi ni Todoke e o Rei de Crayon Days, esses personagens só existem para provocar ciúmes no nosso protagonista. Ainnn.... não dá para fugir dos clichês. Mas quando são bem usados, pode abusar!!

Sobre o mangá, recomendo a leitura com certeza, a parte mais "dramática" é quando os pais da Mao retornam para casa, mas dessa vez, definitivamente...

Adorei essa história, apesar de ser meio óbvia... Se fosse mais bem desenhado, o Jin seria um super gato... Mas me contento com a Hime, a gatinha de estimação do Jinya, ela é super fofa!! >_<



Mangá em português:
Scan: Mangás Space
Ler Online: Mangás Space

Entenda porque os links foram removidos

0 comentários:

Postar um comentário

Yooooo, Minnaaaa.... arigatou pela leitura... Comentem caso vocês tenham gostado dessa postagem... Caso postem comentários que não tenham nada a ver com o conteúdo do blog ou comentários ofensivos, os mesmos serão excluídos. Kissu...

 

AniMangá House Template by Ipietoon Cute Blog Design